Navegação por Autores IPEN "CABRAL, F.V."

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 25970

    CABRAL, F.V. ; PELEGRINO, M.T.; SEABRA, A.B.; RIBEIRO, M.S. . Could NO-releasing chitosan nanoparticles improve photodynamic therapy on cutaneous leishmaniasis?. In: LATIN AMERICA OPTICS AND PHOTONICS CONFERENCE, November 12-15, 2018, Lima, Peru. Resumo expandido... Washington, DC, USA: OSA, 2018.

    Abstract: Photodynamic inactivation (PDI) and NO-releasing chitosan nanoparticles (CSNPs) were associated to treat cutaneous leishmaniasis in mice to verify synergism between therapies. Parasite burden, lesion size and hyperalgesia were analyzed. CSNPs were not able to improve PDI.

    Icon

  • IPEN-DOC 25033

    CABRAL, F.V. ; PELEGRINO, M.T.; SEABRA, A.B.; RIBEIRO, M.S. . Effects of methylene blue-mediated photodynamic inactivation associated to NO-releasing chitosan nanoparticles on cutaneous leishmaniasis in mice. In: INTERNATIONAL PHOTODYNAMIC ASSOCIATION WORLD CONGRESS, 16th, June 08-13, 2017, Coimbra, Portugal. Abstract... 2017. p. 272-272.

    Abstract: Cutaneous leishmaniasis (C L) is a ehronie disease developed by parasites of the genus Leishmania that promotes destruetive.and ulcerated lesions. The available treatments are limited beeause of side effeets, resistanee and toxieity. Reaetive oxygen speeies and nitrie oxide (NO) are potentially toxic to these parasites; Photodynamie inaetivation (PDI) involves the generation af oxidative stress and has been explored as an altemative treatment once it is less expensive and no reports about resistanee have been describedY Additionally, several studies indicate that the administration of exogenous NO donors represents an interesting strategy against CL.3 The aim of this work was to explore the effects Df methylene blue (MB)-mediated PDI in assoeiation with encapsulated NO donors (S-nitroso-MSA) in chitosan nanoparticles (CSNPs) on CL in BALB/e mice using real time bioluminescence. Promastigotes of L. (L) amazonensis transgenie line expressing luciferase were used. Sixteen BALB/e miee were infected in the left footpad with 1.106 promastigotes. After 4 weeks, mice were randomly assigned to experimental groups (n=4): Control (non-treated), PDI (treated only with PDI), PDI+CSNP (submitted to PDI and S-nitroso-MSA-CSNPs) and CSNP (treated only with S-nitroso-MSA-CSNPs). PDI was administered in two sessions separated by 24 h and CSNPs (80 eM) were applied immediately after the second PDI session. PDI was performed using a red LED (0= 660 ± 22 nm), MB (100 IlM), irradiance of 100 mW/cm2 and radiant exposure of 150 J/cm2 • parasite burden was analyzed through luciferase deteetion by bioimaging in the first 96 h following treatment and every week during 4 weeks. Statistically significant differences were considered when p < 0.05. Test groups presented significant reduction in parasite load compared to control during all experimental period. Twenty-four-h after treatments, parasite burden was lower for PDI+CSNP group but no statistically signifieant difference was observed when compared to other test groups. After 48 h, all test groups were similar. Besides, parasite load in test groups remained lower than control following 1, 2,3 and 4 weeks post-treatment. Under conditions used in this study, we conclude that CSNPs were not able to enhance MBmediated PDI efficiency in L. (L) amazonensis-induced CL in mice.

    Icon

  • IPEN-DOC 26931

    CABRAL, F.V. ; SILVA, C.R. ; RIBEIRO, M.S. . Estudo da terapia fotodinâmica no tratamento de leishmaniose cutânea em um modelo murino. Anais da SBBN, v. 3, p. 57-57, 2016.

    Abstract: Introdução: Leishmanioses são doenças infecto-parasitárias, de evolução crônica, desenvolvidas por protozoários do gênero Leishmania. A forma cutânea abrange lesões destrutivas e ulceradas com diversas limitações no tratamento. O surgimento de terapias alternativas é fundamental devido à grande relevância da doença e elevada incidência. Nesse contexto, a terapia fotodinâmica (PDT) tem sido introduzida como possibilidade terapêutica, em função do baixo custo, mínima toxicidade, praticidade e sem relatos de resistência na literatura. Objetivos:Avaliar os efeitos da PDT no tratamento de leishmaniose cutânea induzida em camundongos BALB/c. Métodos: Este estudo foi aprovado pelo CEUA/IPEN sob o no. 70/10.Culturas de L.(L.)amazonensis(IFLA/BR/67/PH8) foram mantidas a 25oC em meio Grace com 10% de soro fetal bovino. Para a infecção, foram utilizados 16 camundongos BALB/c com 8 semanas e massa aproximada de 30g. Foram inoculados 1x106parasitos no membro posterior esquerdo dos animais, que foram monitorados por 4 semanas. O tamanho de ambos os membros de cada animal foi mensurado com um paquímetro, semanalmente. Após a quarta semana de infecção, os animais foram submetidos à PDT (azul de metileno a 100 μM, λ= 660 nm) e divididos em 4 grupos (n=4) de acordo com a densidade de energia utilizada: 50 J/cm2(G50), 100 J/cm2(G100), 150 J/cm2(G150) e grupo controle (GC=animais infectados e não tratados). Os animais foram anestesiados (quetamina, 90mg/kg e xilazina,10mg/kg) e acompanhados durante 3 semanas pós-PDT para avaliar a evolução da lesão, dor e carga parasitária. Para estimar a altura da lesão, a diferença entre os dados obtidos da pata infectada e contralateral sem infecção foi calculada e normalizada. A avaliação da dor foi obtida através do método von Frey, que é um teste de pressão crescente utilizado em animais. Uma escala de dor de 1 a 6 foi estipulada (1= pouca e 6= grande sensibilidade). Para a carga parasitária, o tecido da lesão foi macerado, filtrado, centrifugado, ressuspendidoem meio e semeado em placas de 96 poços e realizada a diluição limitante até o último poço, com fator de diluição 10. A placa foi incubada a 25ºC por 7 dias. A análise estatística foi obtida no programa Prism6, com os testes Anova Two-WayeTukey. Os resultados foram considerados significativos quando p<0,05. Resultados:Os resultados indicaram que houve diferença estatística no tamanho da lesão entre os grupos GC e G150 (GC= 259,3%23,6, G150= 175%19,1), (GC= 292,1%51, G150= 195,3%32,1) 2 e 3 semanas após a PDT, respectivamente. Na escala de dor, observamos diferenças significativas entre GC e G150 (GC= 5,750,5, G150= 4,250,5), (GC= 6, G150= 1,250,5) após 2 e 3 semanas, respectivamente e GC e G100 após 3 semanas (GC= 6, G100= 4,250,5). Porém, nos resultados da carga parasitária não foi observada diferença significativa. Conclusão:O presente estudo mostrou que a terapia fotodinâmica reduziu o tamanho da lesão e aliviou a dor em leishmaniose cutânea induzida em camundongos, sugerindo que a PDT pode ter influenciado no processo inflamatório. Estes resultados encorajam mais estudos para compreensão dos mecanismos da PDT no tratamento de leishmaniose cutânea.

    Icon

  • IPEN-DOC 22976

    CABRAL, F.V. ; SILVA, C.R. ; RIBEIRO, M.S. . Estudo da terapia fotodinâmica no tratamento de leishmaniose cutânea em um modelo murino. In: REUNIAO ANUAL DA FEDERAÇÃO DAS SOCIEDADES DE BIOLOGIA EXPERIMENTAL, 31., 29 de agosto - 01 de setembro, 2016, Foz do Iguaçu, PR. Resumo... 2016.

    Icon

  • IPEN-DOC 25551

    PELEGRINO, M.T.; DIMMER, J.A.; SEABRA, A.B.; RIBEIRO, M.S. ; CABRAL, F.V. . Evaluation of combined photodynamic inactivation and no releasing chitosan nanoparticles on cutaneous leishmaniasis. In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE BIOFISICA, 43., 27-30 de setembro, 2018, Santos, SP. Resumo... Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Biofísica, 2018. p. 64-64.

    Abstract: Cutaneous leishmaniasis (CL) is a chronic disease developed by parasites of the genus Leishmania that promotes destructive lesions. The available treatments are limited because of side effects, resistance and toxicity. New strategies against CL have been studied such as Photodynamic inactivation (PDI) and exogenous NO donors. The aim of this work was to explore the effects of methylene blue (MB)-mediated PDI in association with encapsulated NO donors in chitosan nanoparticles (NPNO) on Leishmania amazonensis. NPNOs were tested in vitro with L. amazonensis transgenic line expressing luciferase at increasing concentrations (25-200μM) and inhibitory concentrations (IC50 and IC90 ) were calculated. Based on inhibitory concentrations results, twelve BALB/c mice were infected in the left footpad and randomly assigned to experimental groups (n=4): Control (non-treated), G1 (two PDI sessions), G2 (two PDI sessions and 80 μM of NPNO, immediately after PDI) and G3 (only 80 μM NPNO). PDI was performed using a red LED (λ= 660±22 nm) at 150 J/cm² fluence and MB at 100 μM. Parasite burden was obtained by bioluminescence every day, in the first 96 h and for the next 4 weeks, once a week. Test groups presented significant reduction in parasite load compared to control during all experimental period. In the first 24 h after treatments, parasite burden was significant lower for G2. After 96 h, all test groups were similar. Following 4 weeks, statistically significant differences were noticed when test groups were compared to control but parasite burden was similar among all treated groups. Under conditions used in this study, our results show that NPNOs were not able to sustain the parasite killing promoted by MB-mediated PDI on CL induced in mice 24 h after treatments.

    Icon

  • IPEN-DOC 22809

    SILVA, C.R. ; CAMARGO, C.F.M. ; CABRAL, F.V. ; RIBEIRO, M.S. . Low-power laser irradiation did not stimulate breast cancer cells following ionizing radiation. In: HAMBLIN, MICHAEL R. (Ed.); CARROLL, JAMES D. (Ed.); ARANY, PRAVEEN (Ed.) MECHANISMS OF PHOTOBIOMODULATION THERAPY, 11th, February 13, 2016, San Francisco, CA. Proceedings... Cardiff, Wales: Society of Photo-optical Instrumentation Engineers, 2016. p. 96950H-1 - 96950H-7. (SPIE Proceedings Series, 9695).

    Abstract: Cancer has become a public health problem worldwide. Radiotherapy may be a treatment to a number of types of cancer, frequently using gamma-radiation with sources such as 137Cs and 60Co, with varying doses, dose rates, and exposure times to obtain a better as a stimulant for cell proliferation and tissue healing process. However, its effects on cancer cells are not yet well elucidated. The purpose of this work was to evaluate the effects of the LPL on breast cancer cultures after ionizing radiation. The breast cancer-MDA-MB-231 cells were gamma irradiated by a 60Co source, with dose of 2.5 Gy. After 24h, cells were submitted to LPL irradiation using a red laser emitting at = 660 nm, with output power of 40 mW and exposure time of 30 s and 60 s. The plates were uniformly irradiated, with energy of 1.2 J and 2.4 J, respectively. Cell viability was analyzed using the exclusion method with trypan blue. Our results show that breast cancer cells submitted to LPL after ionizing radiation remained 95 % viable. No statistically significant differences were observed between laser and control untreated cells, (P > 0.05). These findings suggest that LPL did not influenced cancer cells viability.

    Palavras-Chave: lasers; irradiation; mammary glands; neoplasms; ionizing radiations; viability; cell cultures; cobalt 60

    Icon

  • IPEN-DOC 23244

    CABRAL, F.V. ; PELEGRINO, M.T.; SEABRA, A.B.; RIBEIRO, M.S. . No releasing chitosan nanoparticles associated to photodynamic therapy for Leishmania amazonensis inactivation. An in vivo study. In: INTERNATIONAL CONFERENCE OF NANOPHOTONICS, 10th, July 02-05, 2017, Recife, PE. Abstract... 2017. p. 17-17.

    Abstract: 1. Introduction Cutaneous leishmaniasis (CL) is a chronic disease developed by parasites of the genus Leishmania that promotes destructive and ulcerated lesions. The available treatments are limited because of side effects, resistance and toxicity. Reactive oxygen species and nitric oxide (NO) are potentially toxic to these parasites. Photodynamic inactivation (PDI) involves the generation of oxidative stress and has been explored as an alternative treatment once it is less expensive and no reports about resistance have been described.1,2 Additionally, several studies indicate that the administration of exogenous NO donors represents an interesting strategy against CL.3 The aim of this work was to investigate the effects of methylene blue (MB)-mediated PDI in association with encapsulated NO donors (S-nitroso-MSA) in chitosan nanoparticles (CSNPs) on Leishmania amazonensis-induced CL in mice using real time bioluminescence. 2. Study design Promastigotes of L. (L) amazonensis transgenic line expressing luciferase were used. Sixteen BALB/c mice were infected in the left hind footpad with 1.106 promastigotes. After 4 weeks, mice were randomly assigned to experimental groups (n=4): Control (non-treated), PDI (treated only with PDI), PDI+CSNP (submitted to PDI and S-nitroso-MSA-CSNPs) and CSNP (treated only with S-nitroso-MSA-CSNPs). PDI was administered in two sessions separated by 24 h and CSNPs (80 μM) were applied immediately after the second PDI session. PDI was performed using a red LED (λ= 660 ± 22 nm), MB (100 μM), fluence rate of 100 mW/cm2 and fluence of 150 J/cm². Parasite load was analyzed through luciferase detection by bioimaging in the first 96 h following treatment and every week during 4 weeks. Statistically significant differences were considered when p < 0.05. 3.Results Test groups presented significant reduction in parasite load compared to control during all experimental period. Twenty-four h after treatments, parasite burden was lower for PDI+CSNP group but no statistically significant difference was observed when compared to other test groups. After 48 h all test groups were similar. Seven, 14 and 21 days after treatments despite lower parasite load in test groups than control, no statistically significant differences were observed. However, following 30 days test groups presented significant decrease in parasite l compared to untreated animals (Figure 1). Figure 2 displays the clinical aspect of L. amazomensis-induced lesions 30 days post treatments. We can notice that PDI only is able to delay ulceration. On the other hand, CSNP-treated footpads remain swelled. Both treatments show ulcerated and swelled footpads. 4. Conclusion Under conditions used in this study, we conclude that CSNPs were not able to enhance MB-mediated PDI efficiency in L. (L) amazonensis-induced CL in mice.

    Icon

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.