Navegação por Autores IPEN "MACHADO, C.S.C."

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 23607

    MACHADO, C.S.C. ; MILAGRE, M.X. ; ARAUJO, J.V. ; TERADA, M. ; COSTA, I. . Avaliação da resistência a corrosão intergranular da liga AA 2198-T851 soldada pelo processo FSW / Evaluation of intergranular corrosion resistance of AA 2198-T851 alloy welded by FSW process. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA E CIENCIA DOS MATERIAIS, 22., 06-10 de novembro, 2016, Natal, RN. Anais... 2016. p. 6747-6755.

    Abstract: In this work, the intergranular corrosion resistance of the Al-Cu-Li AA2198- 851 alloy, welded by friction stir welding (FSW) has been evaluated by ASTM G110-97 procedure. There was no susceptibility to intergranular corrosion of this alloy in the tested conditions.

    Palavras-Chave: aluminium alloys; chemical composition; copper alloys; corrosion resistance; fluorescence; friction welding; heat affected zone; intergranular corrosion; microstructure; optical microscopy; scanning electron microscopy; welded joints

    Icon

  • IPEN-DOC 23606

    ARAUJO, J.V. ; MACHADO, C.S.C. ; MILAGRE, M.X. ; QUEIROZ, F.M. ; COSTA, I. . Avaliação da resistência a corrosão intergranular da liga AA2198-T8 / Intergranular corrosion resistance evaluation of the AA2198-T851 alloy. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA E CIENCIA DOS MATERIAIS, 22., 06-10 de novembro, 2016, Natal, RN. Anais... 2016. p. 6728-6734.

    Abstract: The intergranular corrosion is a form of corrosion which can result in loss of mechanical properties and might lead to rupture of the material. These properties are of fundamental importance for the materials used in aircraft for security reasons. It is important to characterize the intergranular corrosion resistance of materials used in aeronautical applications. This study investigated the intergranular corrosion resistance of the AA2198-T8 alloy that presents copper and lithium as the main alloying elements. The results showed that this alloys is susceptible to this form of corrosion.

    Palavras-Chave: aluminium alloys; chemical composition; copper alloys; corrosion resistance; intergranular corrosion; lithium alloys; optical microscopy; scanning electron microscopy

    Icon

  • IPEN-DOC 25336

    MILAGRE, M.X. ; ARAUJO, J.S. ; MACHADO, C.S.C. ; DONATUS, U. ; COSTA, I. . Comparação da resistência a corrosão localizada de ligas de alumínio pela técnica de varredura com eletrodo vibratório (SVET). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA E CIÊNCIA DOS MATERIAIS, 23., 04-08 de novembro, 2018, Foz do Iguaçu, PR. Resumo... 2018. p. 4946-4946.

    Abstract: As ligas Alumínio-Cobre-Lítio (Al-Cu-Li) foram desenvolvidas como substitutas para as ligas convencionais de Al-Cu. Apesar de apresentarem melhor módulo específico também são suscetíveis à corrosão localizada. As técnicas eletroquímicas convencionais são ferramentas úteis para entender o comportamento de corrosão das ligas de Al, no entanto elas dão uma resposta global dos fenômenos de corrosão. Neste trabalho, a técnica de varredura com eletrodo vibratório (SVET) foi utilizada para comparar os mecanismos de corrosão de algumas ligas de Al. Os ensaios com SVET foram realizados em solução de NaCl 0,005 mol L-1 durante 24 h e os mapas foram obtidos a cada 2 h para as ligas AA2024-T3, AA2098-T351 e AA2198-T851. Os resultados mostraram diferentes mecanismos para cada liga sendo que as ligas Al- Cu-Li maiores densidades de corrente associadas a corrosão severa localizada em relação a liga AA2024-T3.

    Palavras-Chave: aluminium alloys; corrosion resistance; aluminium alloys; copper alloys; lithium alloys; electrodes; comparative evaluations

    Icon

  • IPEN-DOC 23603

    MILAGRE, M.X. ; ARAUJO, J.V. ; QUEIROZ, F.M. ; MACHADO, C.S.C. ; COSTA, I. . Comparação do comportamento de corrosão da liga convencional AA2024-T351 e da liga Al-Li 2098-T351 / Corrosion behavior of conventional alumïnium alloy AA2024-T351 and Al-LI alloy AA2098-T351. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA E CIENCIA DOS MATERIAIS, 22., 06-10 de novembro, 2016, Natal, RN. Anais... 2016. p. 6629-6636.

    Abstract: In this work, the localized corrosion behavior of an Al-Li alloy (AA2098-T351) was compared with that of the AA2024-T351 conventional alloy by immersion test in 0.01 mol L-1 NaCl solution. The evolution of localized corrosion in both alloys was monitored by optical microscopy and scanning electron microscopy after several test periods from 2h to 24h. The results showed high susceptibility of the two alloys to pitting from the early hours of immersion. The corrosion mechanism in the two alloys, however, was different. Localized corrosion in the AA2024 alloy was associated with the microcells generation between micrometric precipitates and the matrix leading to superficial attack homogeneously distributed throughout the surface exposed to the corrosive environment. In the AA2098 alloy, however, a severe localized corrosion ascribed in the literature to the presence of phase T1 was also observed besides the localized corrosion type similar to that observed in the AA2024 alloy.

    Palavras-Chave: aluminium alloys; corrosion resistance; lithium alloys; optical microscopy; pitting corrosion; scanning electron microscopy; sodium chlorides

    Icon

  • IPEN-DOC 25326

    CAETANO, G.A.; ORLANDO, M.T.D.; LUZ, T.S.; MACEDO, M.C.S.; SOUZA, N.S. de; MILAGRE, M.X. ; MACHADO, C.S.C. ; ROSSI, J.L. . Correlação entre difusividade térmica e tensão residual no aço inoxidável duplex UNS S32304 submetido a processo de soldagem TIG e tratamento térmico / Correlation between thermal diffusivity and residual stress in duplex stainless steel UNS S32304 submitted to GTAW welding process and heat treatment. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA E CIÊNCIA DOS MATERIAIS, 23., 04-08 de novembro, 2018, Foz do Iguaçu, PR. Anais... 2018. p. 4508-4518.

    Abstract: As altas temperaturas do processo de soldagem podem afetar no desbalanceamento de fases e gerar tensões residuais, que podem prejudicar o desempenho do material. Neste trabalho foi feita uma correlação da tensão residual induzida pelo processo de soldagem TIG com a difusividade térmica. Corpos de prova de um aço inoxidável duplex UNS S32304 com espessura de 1,8 mm foram soldados em pares de modo autógeno, utilizando como gás de proteção uma mistura de argônio e 2% de nitrogênio. Seguido de tratamento térmico a 600 °C por 8h e resfriamento ao ar. A dureza foi avaliada através do ensaio de microdureza Vickers. A difusividade térmica foi determinada pelo método Flash Laser. E a tensão residual foi analisada pela técnica de difração de raios X, pelo método do sen²Ψ. Verificou-se que o comportamento da difusividade térmica no material se correlaciona diretamente ao comportamento da tensão residual presente na fase austenítica.

    Icon

  • IPEN-DOC 25342

    ARAUJO, J.V.S. ; MACHADO, C.S.C. ; MILAGRE, M.X. ; COSTA, I. ; FERREIRA, R.O.; VIVEIROS, B.G. de . Efeito dos tratamentos termomecânicos T8 e T851 na susceptibilidade a exfoliação e corrosão intergranular da liga AA2198. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA E CIÊNCIA DOS MATERIAIS, 23., 04-08 de novembro, 2018, Foz do Iguaçu, PR. Resumo... 2018. p. 5129-5129.

    Abstract: As ligas Al-Cu-Li são ligas avançadas de grande interesse para a indústria aeronáutica devido à baixa densidade e alta resistência mecânica destas. Apesar destas vantages, estas apresentam susceptibilidade a diferentes tipos de corrosão. Além disso, os tratamentos termomecânicos aos quais são submetidas durante o processo de fabricação, afetam a microestrutura destas ligas bem como a resistência à corrosão destas. Existem alguns trabalhos publicados sobre a resistência à corrosão destas ligas, porém nestes trabalhos não se faz um comparação entre os efeitos dos diferentes tratamentos termomecânicos. Neste estudo foi investigado os efeitos dos tratamentos termomecânicos T8 e T851 na susceptibilidade à corrosão por exfoliação e corrosão intergranular (IGC) da liga AA2198, segundo as normas ASTM G34 e ASTM G110, respectivamente. Os resultados mostraram significativas diferenças na microestrutura das duas condições, com liga submetida ao tratamento T8 apresentando grãos alongados enquanto a exposta ao tratamento T851, grãos equaxiais. Ambas as ligas apresentaram suscetibilidade a exfoliação. Entreanto, enquanto a liga T8 apresentou susceptibilidade à corrosão intergranular e intragranular, a liga T851 não foi suscetível à corrosão intergranular, apresentando ataque de corrosão dentro dos grãos, ou seja, corrosão intragranular.

    Palavras-Chave: aluminium alloys; copper alloys; lithium alloys; aircraft; intergranular corrosion; thermomechanical treatments

    Icon

  • IPEN-DOC 25346

    COSTA, I. ; DONATUS, U. ; MILAGRE, M.X. ; MACHADO, C.S.C. ; ARAUJO, J.V.S. . Effect of galvanic coupling on the corrosion susceptibility of friction stir weldment of AA2198-T851 alloy. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA E CIÊNCIA DOS MATERIAIS, 23., 04-08 de novembro, 2018, Foz do Iguaçu, PR. Resumo... 2018. p. 5232-5232.

    Abstract: The AA2198-T851 alloy is a new generation Al-Li alloy which finds application in the aerospace industry. Its preference over conventional Al alloys is premised on the fact that it exhibits better strength to weight ratio and improved fatigue resistance due to the addition of Li as a major alloying element. However, it is a relatively new alloy and its processing-structure-property-performance relationship is far from being established. This is very true for the relationship between its structure and corrosion resistance which is very scarce in the literature. Our recent findings have revealed that this alloy is highly susceptible to severe localized corrosion which is caused by the abundance of active hexagonal T1 (Al2CuLi) particles in its microstructure. The corrosion susceptibility is further promoted by the non-uniform precipitation of these particles which are often preferentially concentrated in bands aligned parallel to the {111}Al. Furthermore, bulk zonal heterogenities with pronounced non-uniform distribution of the active T1 particles are created when this alloy is welded using friction stir welding. The friction stir welding process is a solid state welding process that has been adjudged to be the best welding technique for Al alloys. Nonetheless, this process generates different zones in the weldments of Al alloys. Thus, zones exhibiting different electrochemical characteristics and severe galvanic interactions can occur when the weldment is exposed to a corrosive media. The galvanic interactions can lead to a faster propagation of attack in the most susceptible region of the weldment, which in this case is the parent material (with the highest volume fraction of the T1 particles). To establish this, the galvanic interactions between the zones of the weldment have been investigated by separately exposing the parent material and the stir zone of the weld and then by exposing the entire weldment using NaCl and EXCO solutions. Optical, scanning electron and transmission electron microscopes were also employed in the study. The results revealed that the parent material of the weldment was the most susceptible (as previously mentioned) and appeared to corrode at a faster rate when coupled to the more cathodic stir zone, thermomechanically affected zone and the heat affected zones of the weldment (with lower volume fraction of the T1 particles). The modes of corrosion in the zones of the weld were also observed to be different. However, the most susceptible region corroded intragranularly with the grain boundaries exhibiting more noble electrochemical characteristics.

    Palavras-Chave: aluminium alloys; corrosion; corrosion resistant alloys; friction welding; lithium alloys; electrochemical corrosion; aerospace industry

    Icon

  • IPEN-DOC 25828

    BETINI, E.G. ; GOMES, M.P. ; MILAGRE, M.X. ; MACHADO, C.S.C. ; REIS, L.A.M. ; MUCSI, C.S. ; ORLANDO, M.T.D.; LUZ, T.S.; MARTINEZ, L.G. ; ROSSI, J.L. . Study on welding thermal cycle and residual stress of UNS S32304 duplex stainless steel selected as external shield for a transport packaging of Mo-99. Brazilian Journal of Radiation Sciences, v. 7, n. 2A, p. 1-13, 2019. DOI: 10.15392/bjrs.v7i2A.679

    Abstract: Thin plates of duplex stainless steel UNS S32304 were welded using the pulsed gas tungsten arc GTAW process (butt joint) without filler addition. The used shielding gas was pure argon and 98% argon plus 2% of nitrogen. The thermal cycles were acquired during welding, in regions near the melting pool. This alloy is candidate for the external clad of a cask for the transport of high activity radiopharmaceuticals substances. For the residual stress measurements in austenite phase an X-ray diffractometer was used in a Bragg-Brentano geometry with CuKα radiation (λ= 0.154 nm) and for ferrite phase was used a pseudo-parallel geometry with CrKα radiation (λ= 0.2291nm). The results of residual stress using sin2 methodology showed that the influence of the high welding temperature leads to compressive stresses for both phases of the duplex steels mainly in the heat-affected zone. It was observed a high temperature peak and an increase of the mean residual stress after addition of ni-trogen to the argon shielding gas.

    Palavras-Chave: thermal cycling; molybdenum 99; containers; gas tungsten-arc welding; nitrogen; residual stresses; stainless steels; temperature range 0400-1000 k; x-ray diffractometers; radioactive materials

    Icon

  • IPEN-DOC 25344

    MACHADO, C.S.C. ; DONATUS, U. ; ARAUJO, J.V.S. ; KLUMPP, R.E. ; MILAGRE, M.X. ; GIORJAO, R.A.R.; MOGILI, N.V.V.; COSTA, I. . The effect of FSW on microstructure and intergranular corrosion of the AA2198- T8 alloy. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA E CIÊNCIA DOS MATERIAIS, 23., 04-08 de novembro, 2018, Foz do Iguaçu, PR. Resumo... 2018. p. 5162-5162.

    Abstract: In this investigation, the intergranular corrosion (IGC) resistance of the AA2198-T8 alloy welded by friction stir welding (FSW) was investigated by ASTM G110-97 test. The different zones resulting from FSW showed distinct resistances to intergranular attack depending on the heating and/or mechanical effects produced by welding. The base metal (BM) was the most susceptible to IGC whereas the thermomechanically affected zone (TMAZ) and the stir zone (SZ), presented the highest resistances to IGC comparatively to the other zones. The results of IGC tests were correlated with those of thermal simulation, microhardness measurements, transmission electron microscopy (TEM) and optical microscopy (OM). The dissimilarities in corrosion resistance of the various zones were associated to differences in hardening phase quantities between the various zones. In the BM and HAZ, T1 phase, the main hardening phase, was found at grain boundaries and it resulted in IGC susceptibility. The slight IGC observed in the SZ and TMAZ was not associated with T1 phase which was rarely found but to another precipitate (T2 phase) which was found preferentially located at the grain boundaries in these zones.

    Palavras-Chave: microstructure; intergranular corrosion; aluminium alloys; friction welding; coatings; welding; transmission electron microscopy

    Icon

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.