Navegação por Autores IPEN "QUEIROZ, FERNANDA M."

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 09457

    QUEIROZ, FERNANDA M. . Caracterizacao eletroquimica, quimica e morfologica de aco 'galvannealed' comercial. 2003. Dissertacao (Mestrado) - Instituto de Pesquisas Energeticas e Nucleares - IPEN/CNEN-SP, Sao Paulo. 110 p. Orientador: Isolda Costa.

    Palavras-Chave: steels; coatings; electrochemistry; morphology; chemical composition; corrosion protection

    Icon

  • IPEN-DOC 23664

    ALMEIDA, THALLIS L.; QUEIROZ, FERNANDA M. ; TERADA, MAYSA ; COSTA, ISOLDA ; CAPELOSSI, VERA R.. Efeito da selagem hidrotérmica com adição de íons Ce (III) na proteção à corrosão da liga de alumínio AA7475-T761 anodizada em banho ácido tartárico-sulfúrico. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CORROSAO, 36.; INTERNATIONAL CORROSION MEETING, 6th; CONCURSO DE FOTOGRAFIA DE CORROSAO E DEGRADAÇAO DE MATERIAIS, 20.; EXPOSIÇAO DE TECNOLOGIAS PARA PREVENÇAO E CONTROLE DA CORROSAO, 36., 16-20 de maio, 2016, Búzios, RJ. Anais... Rio de Janeiro, RJ: ABRACO, 2016. p. 1-13.

    Abstract: The aluminum alloys of series 7XXX have excellent mechanical properties combined with low density and are often used in the aeronautic industry. However, their susceptibility to localized corrosion requires the use of protective coatings to ensure their long-term life. In the aircraft industry, the anodization process is an effective corrosion control method. Besides, the anodized layer sealing treatment of parts that are not used with coatings, provide further protection. However, both processes, anodization and sealing, generally employ baths containing Cr (VI) ions. These are highly toxic to the environment and carcinogenic. In this work, the AA7475-T761 alloy was anodized in a solution of tartaric-sulfuric acid (TSA) and then the anodic layer was hydrothermally sealed in aqueous solutions, either with or without the addition of Ce (III) ions. The effect of sealing time on the corrosion protection of the anodic layer was investigated for periods of sealing corresponding to 2.5 min, 5 min, 7.5 min and 10 min. The corrosion resistance of the anodized alloy samples was evaluated by electrochemical impedance spectroscopy (EIS) as a function of exposure time to a sodium chloride electrolyte. Higher impedances were associated with anodic layers hydrothermally sealed for 7.5 min and 10 min in Ce (III) ions containing solution. Surface observation was carried out by scanning electron microscopy (SEM) and the results indicated that hydrothermal treatments in solution with Ce (III) ions leads to anodic layers with decreased porosity.

    Palavras-Chave: aluminium alloys; anodization; electrochemical coating; sealing materials; hydrothermal systems; tartaric acid; sulfuric acid; cerium oxides

    Icon

  • IPEN-DOC 25534

    ARAUJO, JOAO V. de S. ; XAVIER, MARIANA M. ; MACHADO, CARULINE S.C. ; QUEIROZ, FERNANDA M.; COSTA, ISOLDA . Estudo da influência dos tratamentos termomecânicos T8 e T851 na microestrutura e no comportamento de corrosão da liga AA2198. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CORROSÃO, 38.; INTERNATIONAL CORROSION MEETING, 7th; CONBRASCORR PARA INSPETORES DE PINTURA, 2.; CONCURSO DE FOTOGRAFIA DE CORROSÃO E DEGRADAÇÃO DE MATERIAIS, 21.; EXPOSIÇÃO DE TECNOLOGIAS PARA PREVENÇÃO E CONTROLE DA CORROSÃO, 37., 14-18 de maio, 2018, São Paulo, SP. Anais... Rio de Janeiro: Associação Brasileira de Corrosão, 2018. p. 1-16.

    Abstract: Al-Cu-Li alloys present advantages in relation to conventional Al-Cu alloys in applications for aerospace industry due to their low density and good mechanical properties. The mechanical properties of these alloys depend on their microstructure and this is affected by the thermomechanical treatments to which the materials are submitted during their fabrication process. In the present study, the effects of T8 and T851 thermomechanical treatments on the corrosion resistance of the AA2198 alloy were compared. The main hardening precipitate in Al-Cu-Li alloys is the T1 phase, (Al2CuLi). The presence of this precipitate in the AA2198-T8 and T851 alloys was analyzed by transmission electron microscopy (TEM). The microstructure of both alloys was evaluated by Vickers micro hardness and differential scanning calorimetric (DSC) measurements and the results obtained were correlated. The results showed higher density of T1 phase for the T851 condition. Besides, microstructural characterization revealed elongated grains for the T8 condition and equiaxed grains for T851 condition. These results were related to the corrosion behavior of both alloys by immersion and gel visualization tests.

    Palavras-Chave: alluminium alloys; microstructure; aerospace industry; corrosion resistance; vickers hardness; calorimetry; thermomechanical treatments; mechanical properties

    Icon

  • IPEN-DOC 12929

    QUEIROZ, FERNANDA M. . Estudo do comportamento de corrosao dos intermetalicos presentes na liga AA2024-T3, por meio de tecnicas de microscopia associadas a tecnicas eletroquimicas / Investigation on the corrosion behaviour of the intermetallics in the AA2024-T3 alloy by microscopy associated to electrochemical techniques . 2008. Tese (Doutoramento) - Instituto de Pesquisas Energeticas e Nucleares - IPEN-CNEN/SP, Sao Paulo. 246 p. Orientador: Isolda Costa. DOI: 10.11606/T.85.2008.tde-17082009-152449

    Abstract: A liga de alumínio AA2024-T3, amplamente utilizada na indústria aeroespacial, apresenta elevada resistência mecânica conferida pela adição de elementos de liga, principalmente o Cu, que formam precipitados finamente distribuídos e coerentes com a matriz, durante o processo de envelhecimento controlado. No entanto, durante este processo, também se formam intermetálicos (IMs) maiores com composição e atividade eletroquímica diferentes da matriz, tornando a liga altamente suscetível a processos de corrosão localizada. A literatura apresenta diversos trabalhos sobre o estudo da corrosão da AA2024-T3 associada à presença dos IMs, porém, o tema ainda é bastante controverso, e muitos aspectos precisam ser estudados com mais detalhes ou mesmo ainda desvendados. Nos últimos anos, técnicas de microscopia de alta resolução, como a microscopia eletrônica de transmissão (TEM) e microscopia eletrônica de varredura (MEV), associadas à espectroscopia por energia dispersiva de raios X (EDS) e a microscopia de força atômica (AFM) bem como técnicas eletroquímicas convencionais e localizadas têm auxiliado nestas pesquisas. Na presente tese serão apresentados os resultados dos estudos realizados sobre a corrosão da liga AA 2024-T3 em soluções de cloreto de baixa concentração. A investigação foi realizada aliando as técnicas de caracterização anteriormente descritas com técnicas eletroquímicas tradicionais: acompanhamento do potencial de circuito aberto (OCP) com o tempo, curvas de polarização (CP) e espectroscopia de impedância eletroquímica (EIS) e técnicas com elevado poder de resolução espacial: como a técnica do eletrodo vibratório de varredura (SVET). A caracterização microestrutural confirmou a heterogeneidade dos IMs, e como contribuições principais, evidenciou a existência de fases secundárias (cristalinas ou não) no interior dos próprios IMs e que a matriz da liga nas proximidades dos IMs apresenta microestrutura variável, todos estes aspectos podendo contribuir de maneira sinérgica para o complexo comportamento de corrosão exibido pelos IMs. Além do mais, mostrou-se que na corrosão os IMs estão submetidos a ataque eletroquímico e químico, este último ocasionado por aumento local do pH. Os resultados dos testes eletroquímicos convencionais mostraram que nas condições empregadas no presente estudo a corrosão da liga é dominada pelo comportamento de corrosão dos IMs, e que, dentro deste contexto, o transporte de oxigênio até os sítios catódicos formados pelos IMs, ao invés da concentração de cloretos, parece ser a etapa controladora da velocidade de corrosão. Por outro lado o tratamento da região em altas freqüências dos diagramas de EIS se mostrou um importante aliado na compreensão dos processos que ocorrem na interface quando da corrosão da liga. No que se refere às técnicas localizadas, a viabilidade do uso da técnica do eletrodo vibratório de varredura (SVET) para estudo do início da corrosão na AA2024-T3 foi avaliada e um sistema para aquisição de dados experimentais por espectroscopia de impedância localizada (LEIS) foi montado e validado. A SVET confirmou que a atividade eletroquímica da liga AA2024-T3 se inicia desde os primeiros instantes de imersão do material no eletrólito teste.

    Palavras-Chave: aluminium alloys; intermetallic compounds; corrosion; microscopy; electrochemistry; structural chemical analysis

    Icon

  • IPEN-DOC 24726

    DONATUS, UYIME ; TERADA, MAYSA; OSPINA, CARLOS R.; QUEIROZ, FERNANDA M. ; BUGARIN, ALINE F.S. ; COSTA, ISOLDA . On the AA2198-T851 alloy microstructure and its correlation with localized corrosion behaviour. Corrosion Science, v. 131, p. 300-309, 2018. DOI: 10.1016/j.corsci.2017.12.001

    Abstract: The corrosion behaviour of AA2198-T851 alloy has been investigated using a combination of immersion tests and different microscopy techniques. Results showed that severe localized corrosion initiated within 1 h of corrosion immersion test in 0.01 mol L−1 NaCl solution. The corrosion mechanism in this alloy is intragranular and it propagates crystallographically. The propagation occurs through grain orientation dependent bands and it can be likened to the movement of dislocation through slip planes. Corrosion rings around stable pits result from pH variations. Secondary pits form around primary pits within corrosion rings and are preceded by hydrogen evolution.

    Palavras-Chave: transmission electron microscopy; scanning electron microscopy; aluminium alloys; crystallography; spectroscopy; dislocations; grain orientation; pitting corrosion; corrosion; microstructure

    Icon

  • IPEN-DOC 23987

    ALMEIDA, THALLIS L.; QUEIROZ, FERNANDA M. ; TERADA, MAYSA; COSTA, ISOLDA ; CAPELOSSI, VERA R.. On the effects of hydrothermal treatments on the corrosion resistance of the TSA anodized AA7475-T761 alloy. Key Engineering Materials, v. 710, p. 169-174, 2016. DOI: 10.4028/www.scientific.net/KEM.710.169

    Abstract: The effect of hydrothermal treatment time on sealing and corrosion resistance of the AA7475-T761 anodized aluminium alloy has been investigated in this study. The hydrothermal treatments tested are environmental compatible without chromium ions involved. Anodizing was carried out by a tartaric-sulphuric anodizing (TSA) process and this was followed by hydrothermal treatments for partial sealing, in various solutions. The effect of propyleneglycol (PRG) and/or cerium ions in the hydrothermal treatment solution was evaluated. Four treatment times were tested, specifically, 2.5, 5.0, 7.5 and 10 min. The corrosion resistance of the anodized and treated samples was evaluated by Electrochemical Impedance Spectroscopy (EIS) and the anodic layers formed were characterized by Scanning Electron Microscopy (SEM). The EIS results showed that the hydrothermal treatments in solutions with cerium ions resulted in similar impedances for periods of treatment from 5 to 10 min whereas in the solutions with PRG the impedance increased with time of treatment from 2.5 to 10 min showing a slower kinetics of anodic layer sealing. However, the fastest kinetics of sealing were associated to the treatments that combined two steps, one in PRG and other in cerium containing solutions with similar impedances obtained from 2.5 to 10 min of treatment. Surface evaluation by SEM showed that the porosities in the anodic layer were not sealed for the periods of hydrothermal treatments corresponding to 2.5 min. The presence of cerium in hydrothermal treatment had a beneficial effect on the stability of the anodic layer formed and provided a healing effect on the corroding sites.

    Palavras-Chave: aluminium alloys; hydrothermal synthesis; corrosion; corrosion resistance; anodization; electrochemistry; impedance; spectroscopy; cerium; sealing materials

    Icon

  • IPEN-DOC 23662

    ALMEIDA, THALLIS L.; QUEIROZ, FERNANDA M. ; TERADA, MAYSA; COSTA, ISOLDA ; CAPELOSSI, VERA R.. On the effects of hydrothermal treatments on the corrosion resistance of the TSA anodized AA7475-T761 alloy. In: INTERNATIONAL ALUMINIUM CONFERENCE, 13th, September 21-23, 2016, Naples, Italy. Proceedings... 2016.

    Abstract: The effect of hydrothermal treatment time on the sealing and corrosion resistance of the anodized AA7475-T761 aluminium alloy has been investigated in this study. The treatments tested are environmental compatible and has not chromium ions involved. Anodizing was carried out by tartaric-sulphuric anodizing (TSA) and this was followed by hydrothermal treatments for partial sealing, either with or without propyleneglycol (PRG) and/or cerium ions. Four different treatment times were tested, specifically, 2.5, 5.0, 7.5 and 10 min. The corrosion resistance of the treated samples was evaluated by Electrochemical Impedance Spectroscopy (EIS) and the anodic layers formed by anodizing and hydrothermal treatments were characterized by Scanning Electron Microscopy (SEM). The EIS results indicated that the best corrosion resistance was related to the treatments that combined hydrothermal treatments in boiling water with PRG for 10 minutes or boiling water with PRG and cerium ions for 5 min. The SEM images for the samples showed the formation of a homogeneous anodic layer and the thickness is approximately 3 m. It was noticed that the porosities were not completed sealed by the treatments tested and this was on purpose in order to allow coating adhesion to the anodic layer.

    Palavras-Chave: aluminium alloys; hydrothermal synthesis; corrosion; corrosion resistance; anodization; electrochemistry; impedance; spectroscopy; cerium; sealing materials

    Icon

  • IPEN-DOC 25934

    ARAUJO, JOAO V. de S. ; BUGARIN, ALINE de F.S. ; DONATUS, UYIME ; MACHADO, CARULINE de S.C. ; QUEIROZ, FERNANDA M. ; TERADA, MAYSA ; ASTARITA, ANTONELLO; COSTA, ISOLDA . Thermomechanical treatment and corrosion resistance correlation in the AA2198 Al–Cu–Li alloy. Corrosion Engineering, Science and Technology, v. 54, n. 7, p. 575-586, 2019. DOI: 10.1080/1478422X.2019.1637077

    Abstract: The influence of T3, T8 and T851 thermomechanical treatments on the microstructure and corrosion resistance of the AA2198 was investigated. Differential scanning calorimetry and scanning electron microscopy were used for microstructural characterisation, whereas electrochemical methods were employed to analyse the corrosion behaviour of the alloy. The morphology and composition of constituent particles were similar for the T3 and T8 thermomechanical treatments but varied in the T851. There was an inverse relation between T1 phase density and corrosion resistance. The T3 treatment with the highest corrosion resistance was the one with the lowest density of T1 phase. The mechanisms of corrosion varied with the thermomechanical treatments.

    Palavras-Chave: thermomechanical treatments; aluminium alloys; lithium alloys; microstructure; copper alloys; corrosion resistant alloys; heat treatments

    Icon

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.