Navegação por Revista "Atmospheric Measurement Techniques"

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 26404

    MOREIRA, GREGORI de A. ; LOPES, FABIO J. da S. ; GUERRERO-RASCADO, JUAN L.; SILVA, JONATAN J. da ; GOMES, ANTONIO A. ; LANDULFO, EDUARDO ; ALADOS-ARBOLEDAS, LUCAS. Analyzing the atmospheric boundary layer using high-order moments obtained from multiwavelength lidar data: impact of wavelength choice. Atmospheric Measurement Techniques, v. 12, n. 8, p. 4261-4276, 2019. DOI: 10.5194/amt-12-4261-2019

    Abstract: The lowest region of the troposphere is a turbulent layer known as the atmospheric boundary layer (ABL) and characterized by high daily variability due to the influence of surface forcings. This is the reason why detecting systems with high spatial and temporal resolution, such as lidar, have been widely applied for researching this region. In this paper, we present a comparative analysis on the use of lidar-backscattered signals at three wavelengths (355, 532 and 1064 nm) to study the ABL by investigating the highorder moments, which give us information about the ABL height (derived by the variance method), aerosol layer movement (skewness) and mixing conditions (kurtosis) at several heights. Previous studies have shown that the 1064 nm wavelength, due to the predominance of particle signature in the total backscattered atmospheric signal and practically null presence of molecular signal (which can represent noise in high-order moments), provides an appropriate description of the turbulence field, and thus in this study it was considered a reference. We analyze two case studies that show us that the backscattered signal at 355 nm, even after applying some corrections, has a limited applicability for turbulence studies using the proposed methodology due to the strong contribution of the molecular signature to the total backscatter signal. This increases the noise associated with the high-order profiles and, consequently, generates misinformation. On the other hand, the information on the turbulence field derived from the backscattered signal at 532 nm is similar to that obtained at 1064 nm due to the appropriate attenuation of the noise, generated by molecular component of backscattered signal by the application of the corrections proposed.

    Palavras-Chave: troposphere; optical radar; boundary layers; atmospheres; aerosols; turbulence; air quality; monitoring

    Icon

  • IPEN-DOC 19543

    LOPES, F.J.S.; LANDULFO, E. ; VAUGHAN, M.A.. Evaluating CALIPSO's 532 nm lidar ratio selection algorithm using AERONET sun photometers in Brazil. Atmospheric Measurement Techniques, v. 6, p. 3281-3299, 2013.

    Palavras-Chave: brazil; optical radar; satellites; clouds; aerosols; algorithms; sun; photometers; validation

    Icon

  • IPEN-DOC 25815

    VESELOVSKII, IGOR; GOLOUB, PHILIPPE; HU, QIAOYUN; PODVIN, THIERRY; WHITEMAN, DAVID N.; KORENSKIY, MIKHAEL; LANDULFO, EDUARDO . Profiling of CH4 background mixing ratio in the lower troposphere with Raman lidar: a feasibility experiment. Atmospheric Measurement Techniques, v. 12, n. 1, p. 119-128, 2019. DOI: 10.5194/amt-12-119-2019

    Abstract: We present the results of methane profiling in the lower troposphere using LILAS Raman lidar from the Lille University observatory platform (France). The lidar is based on a frequency-tripled Nd:YAG laser, and nighttime profiling up to 4000 with 100m height resolution is possible for methane. Agreement between the measured photoncounting rate in the CH4 Raman channel in the free troposphere and numerical simulations for a typical CH4 background mixing ratio (2 ppm) confirms that CH4 Raman scattering is detected. The mixing ratio is calculated from the ratio of methane (395.7 nm) and nitrogen (386.7 nm) Raman backscatters, and within the planetary boundary layer, an increase of the CH4 mixing ratio, up to a factor of 2, is observed. Different possible interfering factors, such as leakage of the elastic signal and aerosol fluorescence, have been taken into consideration. Tests using backscattering from clouds confirmed that the filters in the Raman channel provide sufficient rejection of elastic scattering. The measured methane profiles do not correlate with aerosol backscattering, which corroborates the hypothesis that, in the planetary boundary layer, not aerosol fluorescence but CH4 is observed. However, the fluorescence contribution cannot be completely excluded and, for future measurements, we plan to install an additional control channel close to 393 nm, where no strong Raman lines exist and only fluorescence can be observed.

    Palavras-Chave: raman spectroscopy; optical radar; troposphere; methane; feasibility studies

    Icon

  • IPEN-DOC 19544

    LARROZA, E.G.; NAKAEMA, W.M.; BOURAYOU, R.; HOAREAU, C.; LANDULFO, E. ; KECKHUT, P.. Towards an automatic lidar cirrus cloud retrieval for climate studies. Atmospheric Measurement Techniques, v. 6, p. 3197-3210, 2013.

    Palavras-Chave: brazil; clouds; monitoring; remote sensing; climatic change

    Icon

  • IPEN-DOC 22667

    DEETER, M.N.; MARTINEZ-ALONSO, S.; GATTI, L.V. ; GLOOR, M.; MILLER, J.B.; DOMINGUES, L.G. ; CORREIA, C.S.C. . Validation and analysis of MOPITT CO observations of the Amazon Basin. Atmospheric Measurement Techniques, v. 9, n. 8, p. 3999-4012, 2016. DOI: 10.5194/amt-9-3999-2016

    Abstract: We analyze satellite retrievals of carbon monoxide from the MOPITT (Measurements of Pollution in the Troposphere) instrument over the Amazon Basin, focusing on the MOPITT Version 6 “multispectral” retrieval product (exploiting both thermal-infrared and near-infrared channels). Validation results based on in situ vertical profiles measured between 2010 and 2013 are presented for four sites in the Amazon Basin. Results indicate a significant negative bias in retrieved lower-tropospheric CO concentrations. The possible influence of smoke aerosol as a source of retrieval bias is investigated using collocated Aerosol Robotic Network (AERONET) aerosol optical depth (AOD) measurements at two sites but does not appear to be significant. Finally, we exploit the MOPITT record to analyze both the mean annual cycle and the interannual variability of CO over the Amazon Basin since 2002.

    Palavras-Chave: validation; carbon monoxide; brazil; satellites; pollution; troposphere; measuring instruments

    Icon

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.