Navegação por Revista "Defect and Diffusion Forum"

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 23960

    REIS, ADRIANO G. dos ; REIS, DANIELI A.P.; ABDALLA, ANTONIO J.; COUTO, ANTONIO A. ; OTUBO, JORGE. An in situ high-temperature x-ray diffraction study of phase transformations in maraging 300 steel. Defect and Diffusion Forum, v. 371, p. 73-77, 2017. DOI: 10.4028/www.scientific.net/DDF.371.73

    Abstract: An in situ high-temperature X-ray diffraction (HTXRD) study in maraging 300 steel was carried out to study the martensite to austenite transformation and effect of time of exposure in the austenite reversion below austenite start temperature. Solution annealed materials were subjected to controlled heating-holding cycles. The first sample was heated at a rate of 10 ºC/min from room temperature to 800 ºC, showing that the microstructure is completely martensitic (α’110) until 600 ºC. From 650 ºC until 800 ºC, the microstructure is gradually changing from martensitic to austenitic, showed by the increasing peaks of γ111 and reducing peaks of α’110. At 800 ºC the microstructure is completely austenitic (γ111). Another sample was heated at 10 ºC/min from room temperature to 600 ºC and held for 4 hours. At 600 ºC, at 0 h time of exposure, only a martensitic peak was observed. An austenite peak can be observed after some time of exposure at this temperature. The volume fraction of austenite increased with increasing time of exposure at 600 ºC, reaching 50/50 volume fraction after 4 hours of exposure. XRD diffraction patterns for the same sample that was held for 4 hours at 600 ºC and then cooled down in air to room temperature showed the same intensity of austenite and martensitic peaks found in situ at 600 ºC for 4 hours (retained austenite), with the volume fraction of 50/50 of austenite and martensite phases. The HTXRD technique can be used to identify and quantify martensite to austenite transformation and austenite retention.

    Icon

  • IPEN-DOC 18364

    SUGAHARA, T.; MARTINOLLI, K.; REIS, D.A.P.; MOURA NETO, C.; COUTO, A.A. ; PIORINO NETO, F.; BARBOZA, M.J.R.. Creep behavior of the Inconel 718 superalloy. Defect and Diffusion Forum, v. 326-328, p. 509-514, 2012.

    Palavras-Chave: inconel 718; heat resisting alloys; creep; microstructure; scanning electron microscopy

    Icon

  • IPEN-DOC 18671

    BRIGUENTE, L.A.N.S.; COUTO, A.A. ; GUIMARAES, N.M.; REIS, D.A.P.; MOURA NETO, C.; BARBOZA, M.J.R.. Determination of creep parameters of Ti-6Al-4V with biomodal and equiaxed microstructure. Defect and Diffusion Forum, v. 326-328, p. 520-524, 2012.

    Palavras-Chave: aluminium alloys; titanium base alloys; vanadium alloys; creep; microstructure; heat treatments

    Icon

  • IPEN-DOC 18667

    REIS, D.A.P.; COUTO, A.A. ; DOMINGUES JUNIOR, N.I.; HIRSCHMANN, A.C.O.; ZEPKA, S.; MOURA NETO, C.. Effect of artificial aging on the mechanical properties of an aerospace aluminium alloy 2024. Defect and Diffusion Forum, v. 326-328, p. 193-198, 2012.

    Palavras-Chave: aerospace industry; aluminium alloys; aging; mechanical properties; precipitation

    Icon

  • IPEN-DOC 18680

    MARTINOLLI, KARINA; SUGAHARA, TARCILA; REIS, DANIELI; MOURA NETO, CARLOS de; HIRSCHMANN, ANA C.; COUTO, ANTONIO A. . Evaluation of inconel 718 creep behavior. Defect and Diffusion Forum, v. 326-328, p. 525-529, 2012.

    Palavras-Chave: inconel 718; creep; temperature range 0400-1000 k; heat resisting alloys

    Icon

  • IPEN-DOC 18668

    COUTO, A.A. ; ANDRADE, A.H.P. ; REIS, D.A.P.; ZEPKA, S.. Failure analysis of an automotive component (Cardan Yoke) by scanning electron microscopy. Defect and Diffusion Forum, v. 326-328, p. 187-192, 2012.

    Palavras-Chave: automotive accessories; failures; fractures; fatigue; mechanical properties; scanning electron microscopy

    Icon

  • IPEN-DOC 26905

    GALIZONI, BRENO B.; COUTO, ANTONIO A. ; REIS, DANIELI A.P.. Heat treatments effects on nickeI-based superalloy Inconel 713C. Defect and Diffusion Forum, v. 390, p. 32-40, 2019. DOI: 10.4028/www.scientific.net/DDF.390.32

    Abstract: The purpose of this work is to study the effect of heat treatments on the microstructure of the nickel-based superalloy Inconel 713C. Three different conditions were studied and the results compared: (1) as cast; (2) solution treatment (1,179°C/2h) and (3) stabilizing treatment (1,179°C/2h plus 926°C/16h). Inconel 713C is normally used in the as-cast condition, an improvement in the 980°C stress-rupture life is often obtained by a solution heat treatment. However, the material in this condition tested under high stress at 730°C shows a marked decreased in rupture life and ductility [1]. The mechanical resistance in creep increases in Inconel 713C by precipitation hardening phase, such γ’ (Ni3Al) formed during the heat treatments [2]. The characterization techniques used was: chemical analysis, hardness test, X-ray diffraction, optical microscope and scanning electron microscopy (SEM), EDS analyzes and thermocalculation. The heat treatments modified the dendritic structure, reducing the acicularity. The SEM and EDS analysis illustrated the γ, γ’ and carbides. The matrix phase (γ), has in its constitution the precipitation of the γ’ phase, in a cubic form, and in some regions, veins of carbides were modified with the heat treatments.

    Palavras-Chave: heat treatments; alloys; inconel 713c; microstructure; nickel base alloys; chemical analysis; mechanical properties

    Icon

  • IPEN-DOC 17249

    CARBONARI, ARTUR W. ; MESTNIK FILHO, JOSE ; SAXENA, RAJENDRA N. . Impurities in magnetic materials studied by PAC spectroscopy. Defect and Diffusion Forum, v. 311, p. 39-61, 2011.

    Palavras-Chave: magnetic fields; hyperfine structure; perturbed angular correlation; spectroscopy; magnetic moments; magnetic materials

    Icon

  • IPEN-DOC 23991

    MIRANDA, FABIO; RODRIGUES, DANIEL; NAKAMOTO, FRANCISCO Y.; FRAJUCA, CARLOS; SANTOS, GIVANILDO A. dos; COUTO, ANTONIO A. . Microstructural evolution of composite 8 WC-(Co, Ni): effect of the addition of SiC. Defect and Diffusion Forum, v. 371, p. 78-85, 2016. DOI: 10.4028/www.scientific.net/DDF.371.78

    Abstract: Tungsten carbide (WC) based cemented carbides, also called hardmetals, are a family of composite materials consisting of carbide ceramic particles embedded in a metallic binder. They are classified as metal matrix composites (MMCs) because the metallic binder is the matrix that holds the bulk material together [1]. WC based composites are used in applications where a good combination of hardness and toughness are necessary [2]. It is usual to add more components to tailor the microstructure of the WC-(Co, Ni) system. The hardness for the cemented carbides based on nickel, increases significantly because of the addition of reinforcements like SiC nano-whisker [3]. In this work, the SiC was considered as an additional component for the composite WC-8(Co, Ni). Four mixtures were prepared with SiC contents ranging from 0 to 3.0 wt%. These mixtures were pressed (200 MPa) and green samples with 25.2 mm of diameter and 40 g were produced. Sintering was carried out in Sinter-HIP furnace (20 bar). Two sintering temperatures were investigated, i.e. 1380 and 1420ºC, and the sintering time considered was 60 minutes. The relative density, hardness, linear and volumetric shrinkage were determined. Microstructural evaluation was investigated by optical microscopy and scanning electron microscopy (SEM-FEG). The results showed that the addition of SiC promoted higher densification and grain size growth. The hardness was higher for samples with SiC, so solid solution hardening of the binder was more effective than WC grain size growth.

    Icon

  • IPEN-DOC 18679

    GUIMARAES, N.M.; REIS, D.A.P.; MOURA NETO, C.; COELHO, G.C.; COUTO, A.A. . Modeling analyze from titanium alloy. Defect and Diffusion Forum, v. 326-328, p. 515-519, 2012.

    Palavras-Chave: titanium alloys; simulation; thermodynamics; phase diagrams

    Icon

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.