Navegação por Revista "Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração"

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 11775

    JESUS, EDILSON R.B. de ; JESUS FILHO, EDSON S. de ; ROSSI, JESUALDO L. . Avaliacao de desempenho de aco rapido AISI M2 obtido por conformacao por spray quando aplicado como ferramenta de usinagem. Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração, v. 2, n. 4, p. 19-24, 2006.

    Palavras-Chave: sprays; materials working; machining; steels; heat treatments

    Icon

  • IPEN-DOC 27303

    CAETANO, GABRIELA A.; LUZ, TEMISTOCLES de S.; COELHO, LUCAS M.; ROSSI, JESUALDO L. ; ORLANDO, MARCOS T.D.. Efeito de tratamentos térmicos nas propriedades mecânicas de chapas soldadas do aço inoxidável duplex UNS S32304 / Effect of heat treatments on the mechanical properties in UNS S32304 duplex stainless steel welded plates. Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração, v. 16, Especial, 2019. DOI: 10.4322/2176-1523.20191931

    Abstract: O aço inoxidável duplex UNS S32304 tem sido investigado como candidato para construção de um receptáculo para transporte de material radioativo associado ao futuro Reator Multipropósito Brasileiro (RMB). O foco deste trabalho é avaliar o efeito de diferentes temperaturas de tratamento térmico em chapas de UNS S32304 com espessura de 1,8mm após processo de soldagem TIG autógeno. Utilizou-se corrente pulsada com polaridade direta, gás de proteção com uma mistura de argônio e 2% de nitrogênio e um sistema de acionamento automático com controle digital dos parâmetros. Os corpos de prova soldados e como recebido foram tratados termicamente durante 8h a temperaturas de 475, 600 e 750°C seguido de resfriamento ao ar. As amostras foram submetidas a ensaios de tração com taxa de deformação de 10-4s-1. Comprovou-se que somente a amostra tratada a 600°C mostrou um comportamento tensão-deformação similar à amostra como recebida. Para as amostras soldadas, o tratamento a 600°C aumentou o limite de resistência à tração e o alongamento % total em relação à amostra somente soldada e sem tratamento térmico.

    Palavras-Chave: heat treatments; stainless steels; gas tungsten-arc welding; strains; stresses; chemical composition; corrosion resistance; welding; plates

    Icon

  • IPEN-DOC 22889

    ALMEIDA, GISELE F.C. ; COUTO, ANTONIO A. ; REIS, DANIELI A.P.; MASSI, MARCOS; SILVA SOBRINHO, ARGEMIRO SOARES da; LIMA, NELSON B. de . Estudo da nitretação por plasma na fluência da liga TI-6Al-4V / The influence of plasma nitriding on the creep behavior of the TI-6Al-4V alloy. Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração, v. 13, n. 4, p. 331-339, 2016. DOI: 10.4322/2176-1523.1068

    Abstract: The aim of this work is to try to improve the creep resistance of Ti-6Al-4V alloy using a surface treatment by plasma nitriding. The nitriding was performed by varying parameters such as time, temperature and the nitrogen content in the gas atmosphere. A nitrogen-argon mixture, with a small part of hydrogen, was used in order to determine the best conditions for the formation of the nitride layer. The phases of all the nitrided samples detected by XRD were the ε-Ti2N phase and δ-TiN, in addition to the α-Ti and β-Ti matrix phases. In the case of the treated sample with 50% nitrogen in the gas atmosphere was chosen as the best condition. The increase of the relative intensities of the peaks assigned to ε-Ti2N and δ-TiN phases and the decrease of those assigned to the α-phase indicates a larger thickness. The layer thickness of this sample was about 12 μm. Subsequently, creep tests were performed on the material in the best condition. The creep resistance resulting from the nitrided material shows a decrease in the secondary creep rate and an increase in the final creep time when compared to the material without treatment.

    Palavras-Chave: aluminium alloys; corrosion resistant alloys; creep; nitridation; optical microscopy; plasma; scanning electron microscopy; thickness; titanium alloys; vanadium oxides; wear resistance; x-ray diffraction

    Icon

  • IPEN-DOC 20268

    SUGAHARA, TARCILA; REIS, DANIEL A.P.; CASTAGNET, MARIANO ; COUTO, ANTONIO A. . Estudo das propriedades mecânicas da superliga INCONEL 718 após ensaios de tração a quente / Study of the mechanical properties of INCONEL 718 superalloy after hot tensile tests. Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração, v. 11, n. 2, p. 99-104, 2014.

    Palavras-Chave: inconel 718; hot cells; tensile properties; fractures; scanning electron microscopy

    Icon

  • IPEN-DOC 14725

    PILLIS, MARINA F. ; RAMANATHAN, LALGUDI V. ; COUTO, ANTONIO A. ; PAES de ANDRADE, ARNALDO H. ; CASTAGNET, MARIANO ; REIS, DANIELI A.P.. Estudo do comportamento mecânico em temperaturas elevadas de ligas FeCr com adições de Al e Y. Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração, v. 6, n. 2, p. 96-102, 2009.

    Palavras-Chave: solid oxide fuel cells; connectors; iron alloys; chromium alloys; mechanical properties

    Icon

  • IPEN-DOC 25559

    SERRA, EDIOMAR C.; BRANDIM, AYRTON de S.; SANTOS, DIEGO M. dos; CORREA, OLANDIR V. ; RAMANATHAN, LAUGUDI V. ; SALGADO, MARIA de F.. Oxidação do aço inoxidável ABNT 5601 - grau 409 em altas temperaturas em atmosfera de argônio / Oxidation ABNT 5601 degree 409 ferritic stainless steel at high temperature in argon atmosphere. Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração, v. 15, n. 1, p. 2-7, 2018. DOI: 10.4322/2176-1523.1146

    Abstract: Aços inoxidáveis são ligas ferrosas resistentes à corrosão, devido seu alto teor de cromo. São utilizadas em ambientes com gases agressivos em altas temperaturas especialmente na indústria e aplicações tecnológicas. O objetivo desta pesquisa é investigar a cinética de crescimento e a composição de filmes do óxido formados sobre o aço ABNT 5601 - grau 409 entre as temperaturas 850 °C e 950 °C, na atmosfera de argônio, contendo 1ppm de O2. As amostras foram oxidadas em uma termobalança, com sensibilidade de ± 1 μg, por 43,4 horas de exposição. A cinética de crescimento dos filmes de óxidos foi estabelecida medindo-se o ganho de massa por unidade de área versus tempo de oxidação seguindo uma lei parabólica. A microestrutura e a composição química dos óxidos foram analisadas por microscopia eletrônica de varredura, espectroscopia dispersiva de energia. Análises químicas descrevem que os filmes formados sobre o aço ABNT 5601 - grau 409 nas diferentes temperaturas em argônio contêm o cromo como elemento majoritário além do Mn, Fe, Ti. Ao se comparar as taxas de oxidação, nas diferentes temperaturas, entre 850 e 950 °C observa-se que o aço apresenta maior taxa de oxidação a 850 °C e menor a 950 ºC.

    Palavras-Chave: oxidation; standardization; standards; stainless steels; oxidation; argon; temperature range 0400-1000 k; corrosion resistance

    Icon

  • IPEN-DOC 17903

    PINEDO, CARLOS E.; MONTEIRO, WALDEMAR A. . Tratamento térmico e de nitretação sob plasma do aço inoxidável mertensitico AISI 420. Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração, v. 8, n. 2, p. 86-90, 2011.

    Palavras-Chave: stainless steels; martensitic steels; heat treatments; surface hardening; plasma; nitridation

    Icon

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.