Navegação por assunto "hypothalamus"

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 14984

    ALMEIDA, B.E.; OLIVEIRA, J.E. ; CARVALHO, C.M.; DALMORA, S.L.; BARTOLINI, P. ; RIBELA, M.T.C.P. . Analysis of human luteinizing hormone and human chorionic gonadotropin preparations of different origins by reversed-phase high-performance liquid chromatography. Journal of Pharmaceutical and Biomedical Analysis, v. 53, p. 90-97, 2010.

    Palavras-Chave: luteinizing hormone; hcg; glycoproteins; hypothalamus; high-performance liquid chromatography

  • IPEN-DOC 24735

    FURIGO, ISADORA C.; MELO, HELEN M.; SILVA, NATALIA M.L. e; RAMOS-LOBO, ANGELA M.; TEIXEIRA, PRYSCILA D.S.; BUONFIGLIO, DANIELLA C.; WASINSKI, FREDERICK; LIMA, ELIANA R. ; HIGUTI, ELIZA ; PERONI, CIBELE N. ; BARTOLINI, PAOLO ; SOARES, CARLOS R.J. ; METZGER, MARTIN; FELICE, FERNANDA G. de; DONATO JUNIOR, JOSE. Brain STAT5 signaling modulates learning and memory formation. Brain Structure and Function, v. 223, n. 5, p. 2229-2241, 2018. DOI: 10.1007/s00429-018-1627-z

    Abstract: The signal transducer and activator of transcription 5 (STAT5) is a transcription factor recruited by numerous cytokines. STAT5 is important for several physiological functions, including body and tissue growth, mammary gland development, immune system and lipid metabolism. However, the role of STAT5 signaling for brain functions is still poorly investigated, especially regarding cognitive aspects. Therefore, the objective of the present study was to investigate whether brain STAT5 signaling modulates learning and memory formation. For this purpose, brain-specific STAT5 knockout (STAT5 KO) mice were studied in well-established memory tests. Initially, we confirmed a robust reduction in STAT5a and STAT5b mRNA levels in different brain structures of STAT5 KO mice. STAT5 KO mice showed no significant alterations in metabolism, growth, somatotropic axis and spontaneous locomotor activity. In contrast, brain-specific STAT5 ablation impaired learning and memory formation in the novel object recognition, Barnes maze and contextual fear conditioning tests. To unravel possible mechanisms that might underlie the memory deficits of STAT5 KO mice, we assessed neurogenesis in the hippocampus, but no significant differences were observed between groups. On the other hand, reduced insulin-like growth factor-1 (IGF-1) mRNA expression was found in the hippocampus and hypothalamus of STAT5 KO mice. These findings collectively indicate that brain STAT5 signaling is required to attain normal learning and memory. Therefore, STAT5 is an important downstream cellular mechanism shared by several cytokines to regulate cognitive functions.

    Palavras-Chave: lymphokines; transcription; transducers; hypothalamus; hippocampus; receptors; brain; cerebral cortex

  • IPEN-DOC 00315

    BORGHI, VANIA C.. Contribuição ao conhecimento das alterações do eixo hipotálamo-hipófise-tireóideo na hipoproteinemia experimental em ratos wistar albinos (Rattus Norvegicus Albinus). 1977. Tese (Doutoramento) - Instituto de Biociencias, Universidade de Sao Paulo - IB/USP, Sao Paulo. 108 p. Orientador: Ary dos Santos do Amaral.

    Palavras-Chave: hypothalamus; nutritional deficiency; pituitary gland; proteins; rats; thyroid; tsh

  • IPEN-DOC 22681

    FURIGO, ISADORA C.; METZGER, MARTIN; TEIXEIRA, PRYSCILA D.S.; SOARES, CARLOS R.J. ; DONATO JUNIOR, JOSE. Distribution of growth hormone-responsive cells in the mouse brain. Brain Structure and Function, v. 222, n. 1, p. 341-363, 2017. DOI: 10.1007/s00429-016-1221-1

    Abstract: Growth hormone (GH) exerts important biological effects primarily related to growth and metabolism. However, the role of GH signaling in the brain is still elusive. To better understand GH functions in the brain, we mapped the distribution of GH-responsive cells and identified the receptors involved in GH central effects. For this purpose, mice received an acute intraperitoneal challenge with specific ligands of the GH receptor (mouse GH), prolactin receptor (prolactin) or both receptors (human GH), and their brains were subsequently processed immunohistochemically to detect the phosphorylated form of STAT5 (pSTAT5). GH induced pSTAT5 immunoreactivity in neurons, but not in astroglial cells of numerous brain regions, including the cerebral cortex, nucleus accumbens, hippocampus, septum and amygdala. The most prominent populations of GH-responsive neurons were located in hypothalamic areas, including several preoptic divisions, and the supraoptic, paraventricular, suprachiasmatic, periventricular, arcuate, ventromedial, dorsomedial, tuberal, posterior and ventral premammillary nuclei. Interestingly, many brainstem structures also exhibited GH-responsive cells. Experiments combining immunohistochemistry for pSTAT5 and in situ hybridization for GH and prolactin receptors revealed that human GH induced pSTAT5 in most, but not all, brain regions through both prolactin and GH receptors. Additionally, males and females exhibited a similar number of GH-responsive cells in forebrain structures known to be sexually dimorphic. In summary, we found GH-responsive cells primarily distributed in brain regions implicated in neurovegetative, emotional/motivational and cognitive functions. Our findings deepen the understanding of GH signaling in the brain and suggest that central GH signaling is likely more ample and complex than formerly recognized

    Palavras-Chave: sth; mice; animals; hypothalamus; receptors; lth; brain; distribution; tissue distribution

  • IPEN-DOC 02512

    CESAR, F.P.; LUTHOLD, W.W.; WAJCHENBERG, B.L.; OKADA, H.. Eixo hipotalano-hipofise-adrenal em individuos normais antes e apos suspencao do tratamento com glicocorticoide sintetico. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia e Metabologia, v. 30, n. 1, p. 1-6, 1986.

    Palavras-Chave: adrenal glands; daily variations; glucocorticoids; hypothalamus; insulin; patients; pituitary gland

  • IPEN-DOC 00037

    ABELIN, N.M.A. . Estudo do eixo hipotalamo-hipofisotireoidiano pela infusao de TRH em portadores de doenca de Chagas. 1977. Dissertacao (Mestrado) - Instituto de Biociencias, Universidade de Sao Paulo - IB/USP, Sao Paulo. p. Orientador: Wilian Nicolau.

    Palavras-Chave: hypothalamus; patients; thyroid; trh; trypanosomiasis

  • IPEN-DOC 01443

    WAJCHENBERG, B.L.; CESAR, F.P.; OKADA, H. ; SOUZA, I.T.T. ; BORGHI, V.C. ; LERARIO, A.C.; MALERBI, D.; GIURNO, A.; LIBERMAN, B.. Glucocorticoids (GCs) glucose metabolism and HPA axis. In: 1st INTERNATIONAL COLLOQUIUM ON GLUCOCORTICOID EFFECTS, Sept. 22-24, 1982, Siena, Italy. Abstract... 1982.

    Palavras-Chave: acth; adrenal glands; glucocorticoids; glucose; hydrocortisone; hypothalamus; insulin; pituitary gland

  • IPEN-DOC 27182

    WASINSKI, FREDERICK; FURIGO, ISADORA C.; TEIXEIRA, PRYSCILA D.S.; RAMOS-LOBO, ANGELA M.; PERONI, CIBELE N. ; BARTOLINI, PAOLO ; LIST, EDWARD O.; KOPCHICK, JOHN J.; DONATO JUNIOR, JOSE. Growth hormone receptor deletion reduces the density of axonal projections from hypothalamic arcuate nucleus neurons. Neuroscience, v. 434, p. 136-147, 2020. DOI: 10.1016/j.neuroscience.2020.03.037

    Abstract: The arcuate nucleus (ARH) is an important hypothalamic area for the homeostatic control of feeding and other metabolic functions. In the ARH, proopiomelanocortin- (POMC) and agouti-related peptide (AgRP)- expressing neurons play a key role in the central regulation of metabolism. These neurons are influenced by circulating factors, such as leptin and growth hormone (GH). The objective of the present study was to determine whether a direct action of GH on ARH neurons regulates the density of POMC and AgRP axonal projections to major postsynaptic targets. We studied POMC and AgRP axonal projections to the hypothalamic paraventricular (PVH), lateral (LHA) and dorsomedial (DMH) nuclei in leptin receptor (LepR)-deficient mice (Leprdb/db), GH-deficient mice (Ghrhrlit/lit) and in mice carrying specific ablations of GH receptor (GHR) either in LepR- or AgRP-expressing cells. Leprdb/db mice presented reduction in the density of POMC innervation to the PVH compared to wild-type and Ghrhrlit/lit mice. Additionally, both Leprdb/db and Ghrhrlit/lit mice showed reduced AgRP fiber density in the PVH, LHA and DMH. LepR GHR knockout mice showed decreased density of POMC innervation in the PVH and DMH, compared to control mice, whereas a reduction in the density of AgRP innervation was observed in all areas analyzed. Conversely, AgRP-specific ablation of GHR led to a significant reduction in AgRP projections to the PVH, LHA and DMH, without affecting POMC innervation. Our findings indicate that GH has direct trophic effects on the formation of POMC and AgRP axonal projections and provide additional evidence that GH regulates hypothalamic neurocircuits controlling energy homeostasis.

    Palavras-Chave: hormones; peptide hormones; receptors; hypothalamus; food; intake; polypeptides; nerve cells

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.

O Repositório Digital do IPEN é um equipamento institucional de acesso aberto, criado com o objetivo de reunir, preservar, disponibilizar e conferir maior visibilidade à Produção Científica publicada pelo Instituto, desde sua criação em 1956.

Operando, inicialmente como uma base de dados referencial o Repositório foi disponibilizado na atual plataforma, em junho de 2015. No Repositório está disponível o acesso ao conteúdo digital de artigos de periódicos, eventos, nacionais e internacionais, livros, capítulos, dissertações, teses e relatórios técnicos.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.