Navegação por assunto "urban populations"

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 27830

    MOREIRA, GREGORI de A. ; ANDRADE, IZABEL da S. ; CACHEFFO, ALEXANDRE ; YOSHIDA, ALEXANDRE C. ; GOMES, ANTONIO A. ; SILVA, JONATAN J. da ; LOPES, FABIO J. da S. ; LANDULFO, EDUARDO . COVID-19 outbreak and air quality: analyzing the influence of physical distancing and the resumption of activities in São Paulo municipality. Urban Climate, v. 37, p. 1-15, 2021. DOI: 10.1016/j.uclim.2021.100813

    Abstract: This work compares variations in the concentrations and air quality indexes of the pollutants PM10, PM2.5, CO, and NO2, during the COVID-19 outbreak in São Paulo Municipality. Such comparisons considered the period of physical distancing (autumn) and the three first months of economic activities’ resumption (winter). The concentrations and indexes observed in 2020 were compared with their correspondent values measured in the three preceding years. Also, from a supervised machine learning algorithm, the correspondent 2020 expected values were predicted and used in these comparisons. In order to analyze the influence of meteorological conditions, the seasons studied were characterized using remote sensing and surface data. The pollutants predominantly emitted by the vehicle fleet (CO and NO2) had reductions in their concentrations, with values always below the predictions and good air quality indexes. However, the pollutants whose concentration is less dependent on automotive emissions (PM10 and PM2.5) had high proximity to the predictions during the autumn and lower values during some periods in winter. This reduction was not enough to avoid days with a moderate air quality index. The approximation of the average concentrations of PM10, PM2.5, and CO to the prediction, from the second-half August 2020, indicates the influence of activities’ resumption in air quality.

    Palavras-Chave: coronaviruses; urban areas; urban populations; emergency plans; air quality; air pollution monitors; pollution sources; optical radar

  • IPEN-DOC 23525

    ROCHA, ARIANA V.; CARDOSO, BARBARA R.; ZAVARIZE, BRUNA; ALMONDES, KALUCE; BORDON, ISABELLA ; HARE, DOMINIC J.; FAVARO, DEBORAH I.T. ; COZZOLINO, SILVIA M.F.. GPX1 Pro198Leu polymorphism and GSTM1 deletion do not affect selenium and mercury status in mildly exposed Amazonian women in an urban population. Science of the Total Environment, v. 571, p. 801-808, 2016. DOI: 10.1016/j.scitotenv.2016.07.054

    Abstract: Mercury is potent toxicant element, but its toxicity can be reduced by forming a complex with selenium for safe excretion. Considering the impact of mercury exposure in the Amazon region and the possible interaction between these two elements,we aimed to assess the effects of Pro198Leu polymorphism to GPX1 and GSTM1 deletion, on mercury levels in a population from Porto Velho, an urban locality in the Brazilian Amazon region. Two hundredwomen fromthe capital city of Rondônia statewere recruited for this study with 149 deemed suitable to participate. We assessed dietary intake using 24-hour recall. Selenium levels in plasma and erythrocytes were measured using hydride generation quartz tube atomic absorption spectroscopy and total hair mercury using cold vapor atomic absorption spectrometry. Oxidative stress parameters (GPx activity, oxygen radical absorbency capacity [ORAC] and malondialdehyde [MDA]) were also analyzed. All participants were genotyped for Pro198Leu polymorphism and GSTM1 deletion.We observed that this population presented high prevalence of selenium deficiency, and also low levels of mercury, likely due to food habits that did not include seleniumrich food sources or significant consumption of fish (mercury biomagnifiers) regularly. Univariate statistical analysis showed that Pro198Leu and GSTM1 genotypes did not affect seleniumand mercury levels in this population.

    Palavras-Chave: absorption spectroscopy; atomization; environmental impacts; genotype; mercury; selenium; toxicity; urban areas; urban populations; women

  • IPEN-DOC 17617

    BANDEIRA, THIAGO O.; AQUINO, AFONSO R. de . Infraestrutura e qualidade ambiental urbana: uma avaliação de municípios do Estado do Tocantins a partir de indicadores socioambientais. OLAM - Ciência & Tecnologia, v. 10, n. 1, p. 6-35, 2010.

    Palavras-Chave: brazil; urban areas; urban populations; environmental quality; socio-economic factors

  • IPEN-DOC 26879

    SANTOS, NATHALIA V. dos; VIEIRA, CAROLINA L.Z.; SALDIVA, PAULO H.N.; MAZZILLI, BARBARA P. ; SAIKI, MITIKO ; SAUEIA, CATIA H. ; DE ANDRE, CARMEN D.S.; JUSTO, LISIE T.; NISTI, MARCELO B. ; KOUTRAKIS, PETROS. Levels of Polonium-210 in brain and pulmonary tissues: preliminary study in autopsies conducted in the city of São Paulo, Brazil. Scientific Reports, v. 10, n. 1, p. 1-7, 2020. DOI: 10.1038/s41598-019-56973-z

    Abstract: The accumulation of detectable amounts of radon progeny in human tissues may be a risk factor for development and progression of chronic diseases. In this preliminary study, we analyzed the levels of alpha-emitting radon progeny Polonium-210 (210Po) in the olfactory epithelium, olfactory bulb, frontal lobe, and lung tissues in cadavers from the city of Sao Paulo, SP, Brazil. We also assessed the association between 210Po levels and exposure parameters for urban air pollution using linear regression models adjusted for age, sex, smoke, time living in Sao Paulo, daily commuting, socioeconomic index, and anthracosis (traffic-related black carbon accumulation in the pleural region and in lymph). Our findings show that the concentration of 210Po was associated with anthracosis in lungs of nonsmokers (coefficient = 6.0; standard error = 2.9; p = 0.04). Individuals with lower socioeconomic status also had significantly higher 210Po levels in lungs (coefficient = −1.19; standard error = 0.58; p = 0.042). The olfactory bulb had higher 210Po levels than either olfactory epithelium (p = 0.071), frontal lobe (p < 0.001), or lungs (p = 0.037). Our findings of the deposition of 210Po in autopsy tissues suggest that airborne radionuclides may contribute to the development of chronic diseases, including neurodegenerative diseases.

    Palavras-Chave: body composition; autopsy; polonium 210; progeny; radon; animal tissues; lungs; brain; epithelium; tobacco smokes; air pollution; human populations; urban populations; brazil

  • IPEN-DOC 17252

    SEO, EMILIA S.M. ; LICCO, EDUARDO A.; MARINO, LUCIANA M.R.. Reflexões sobre as mudanças climáticas na cidade de São Paulo. InterfacEHS - Revista de Saúde Meio Ambiente e Sustentabilidade, v. 6, n. 2, p. 70-74, 2011.

    Palavras-Chave: brazil; climatic change; global aspects; urban populations; greenhouse gases; industry; vehicles; energy consumption; atmospheric chemistry; pollution; developing countries

  • IPEN-DOC 08015

    BARIONI, A.; DEPPMAN, A. ; MANSO GUEVARA, M.V.; ARRUDA NETO, J.D.T.; ZAMBONI, C.B. . The concentration of uranium in Sao Paulo citizens' diet: results. In: REUNIAO DE TRABALHO SOBRE FISICA NUCLEAR NO BRASIL, 24., 1-5 set, 2001, Aguas de Lindoia, SP. Resumos... 2001. p. 45-46.

    Palavras-Chave: uranium; diet; food; urban populations; fission fragments; fission tracks

  • IPEN-DOC 17108

    SILVA, LUCIANA S.; PECEQUILO, BRIGITTE R.S. ; SARKIS, JORGE E.S. ; NISTI, MARCELO B. . Uranium concentrations in the water consumed by the resident population in the vicinity of the Lagoa Real uranium province, Bahia, Brazil. In: INTERNATIONAL NUCLEAR ATLANTIC CONFERENCE; MEETING ON NUCLEAR APPLICATIONS, 10th; MEETING ON REACTOR PHYSICS AND THERMAL HYDRAULICS, 17th; MEETING ON NUCLEAR INDUSTRY, 2nd, October 24-28, 2011, Belo Horizonte, MG. Proceedings... Sao Paulo: ABEN, 2011, 2011.

    Palavras-Chave: brazil; urban populations; rural populations; drinking water; water reservoirs; sample preparation; uranium concentrates; icp mass spectroscopy

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.

O Repositório Digital do IPEN é um equipamento institucional de acesso aberto, criado com o objetivo de reunir, preservar, disponibilizar e conferir maior visibilidade à Produção Científica publicada pelo Instituto, desde sua criação em 1956.

Operando, inicialmente como uma base de dados referencial o Repositório foi disponibilizado na atual plataforma, em junho de 2015. No Repositório está disponível o acesso ao conteúdo digital de artigos de periódicos, eventos, nacionais e internacionais, livros, capítulos, dissertações, teses e relatórios técnicos.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.