Navegação por assunto "quadrupoles"

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 01293

    KUSAHARA, HELENA S. . Determinacao da razao isotopica sup235U/sup238U em UFsub6 usando espectrometria de massa por quadrupolo. 1979. Dissertacao (Mestrado) - Instituto de Energia Atomica - IEA, Sao Paulo. 98 p. Orientador: Claudio Rodrigues.

    Palavras-Chave: e. isotopes; uranium 235; mass spectrometers; multipoles; quadrupoles; concentration ratio; isotope ratio; uranium hexafluoride

    Icon

  • IPEN-DOC 06285

    TERREMOTO, L.A.A. ; LIKHACHEV, V.P.; MARTINS, M.N.; EMRICH, H.J.; FRICKE, G.; KROEHL, TH.; NEFF, K.W.. Giant resonances in the sup(26)Mg(e,esup(')alpha sub(0) sup(22)Ne reaction. Physical Review, C, v. 56, n. 5, p. 2597-2606, 1997.

    Palavras-Chave: giant resonance; magnesium 26 target; neon 22; nuclear reactions; cross sections; quadrupoles; electric moments

    Icon

  • IPEN-DOC 08305

    DOGRA, R.; JUNQUEIRA, A.C.; SAXENA, R.N. ; CARBONARI, A.W. ; MESTNIK FILHO, J. ; MORALLES, M. . Hyperfine interaction measurements in LaCrOsub(3) and LaFeOsub(3) perovskites using perturbed angular correlation spectroscopy. Physical Review, B, v. 63, n. 22, p. 224104.1-224104.9, 2001.

    Palavras-Chave: perturbed angular correlation; perovskites; chromites; ferrite; lanthanum compounds; indium 111; cadmium 111; quadrupoles; crystal-phase transformations; temperature dependence

    Icon

  • IPEN-DOC 08932

    JUNQUEIRA, A.C. ; DOGRA, R.; CARBONARI, A.W. ; SAXENA, R.N. ; MESTNIK FILHO, J. ; MORALLES, M. . Hyperfine interaction study of LaMOsub(3)(M=Cr, Mn, Fe, Co) perovskites. In: RARE EARTHS'2001, Sept. 22-26, 2001, Campos do Jordao, SP. Abstracts... 2001. p. 167.

    Palavras-Chave: perovskites; lanthanum compounds; transition element compounds; oxides; perturbed angular correlation; indium 111; cadmium 111; quadrupoles; crystal-phase transformations; electric fields; temperature dependence

    Icon

  • IPEN-DOC 11150

    LAPOLLI, A.L. ; CARBONARI, A.W. ; SAXENA, R.N. ; MESTNIK FILHO, J. . Investigation of hyperfine interactions in GdNiIn compound. Hyperfine Interactions, v. 158, n. 1-4, p. 157-161, 2004.

    Palavras-Chave: magnetic fields; hyperfine structure; perturbed angular correlation; spectroscopy; quadrupoles; rare earths; gadolinium compounds; nickel compounds; indium compounds

    Icon

  • IPEN-DOC 11753

    CARBONARI, ARTUR W. ; MESTNIK FILHO, JOSE ; SAXENA, RAJENDRA N. ; LEITE, DANIELA M.T.. Investigation of the magnetic hyperfine field at Gd and In sites in GdTln(T=Ni, PD, Cu) compounds. Physica B, Condensed Matter, v. 389, p. p. 168-171, 2007.

    Palavras-Chave: asymmetry; cadmium 111; cerium 140; copper; electrons; gadolinium; gamma spectra; gamma spectroscopy; hyperfine structure; indium; intermetallic compounds; magnetic dipoles; magnetism; magnetization; nickel; palladium; perturbed angular correlation; polarization; quadrupoles; transition temperature

    Icon

  • IPEN-DOC 13145

    PORTO, PETERSON; BUSTILLOS, JOSE O.V. . Otimizacao da analise isotopica de UFsub(4) utilizando-se a tecnica de espectrometria de massas por quadrupolo. Quimica Nova, v. 31, n. 6, p. 1562-1566, 2008.

    Palavras-Chave: uranium hexafluoride; isotope ratio; mass spectroscopy; quadrupoles

    Icon

  • IPEN-DOC 11522

    PORTO, PETERSON . Otimização da análise isotópica de UF sub(6) utilizando-se a técnica de espectrometria de massas por quadrupolo. 2006. Dissertacao (Mestrado) - Instituto de Pesquisas Energeticas e Nucleares - IPEN/CNEN-SP, São Paulo. p. Orientador: Jose Oscar Willian Vega Bustillos.

    Abstract: Neste trabalho foi estabelecido um procedimento para determinação da razão isotópica 238U/235U em amostras de UF6, utilizando-se um espectrômetro de massas quadrupolar com ionização por impacto eletrônico e detecção de íons por copo de Faraday ou multiplicador de elétrons. Para tanto, o espectrômetro foi otimizado, determinando-se os parâmetros para a fonte de íons que proporcionassem a maior intensidade de corrente iônica, mantendo o pico de forma arredondada, para a massa correspondente ao isótopo mais abundante; a resolução que reduzisse os efeitos não lineares e o número de ciclos analíticos que reduzisse a incerteza nos resultados. O processo de medição foi caracterizado quanto: aos efeitos de discriminação de massa, linearidade e efeito memória. A discriminação de massas mostrou ser linearmente dependente da pressão da amostra no tanque de expansão nas faixas de 0,15 a 0,30 mbar e de 0,30 a 0,40 mbar. O espectrômetro mostrou-se linear na medição de razões isotópicas entre 0,005 e 0,045. Os fatores de memória para a fonte de íons e para o sistema de introdução são, respectivamente, 1,000 ± 0,001 e 1,003 ± 0,003; o primeiro pode ser desprezado e o segundo eliminado por procedimentos de lavagem do sistema de introdução. O trabalho apresenta, em sua parte final, um roteiro para as análises de amostras de UF6 e a determinação das incertezas nos resultados.

    Palavras-Chave: uranium hexafluoride; isotope ratio; uranium 235; uranium 238; mass spectroscopy; quadrupoles; electron multipliers

    Icon

  • IPEN-DOC 08903

    VEGA BUSTILLOS, J.O.W. ; SASSINE, A.; MARCH, R.. A espectrometria de massas quadrupolar. Sao Paulo, SP: Scortecci, 2003, 2003. p.

    Palavras-Chave: mass spectroscopy; quadrupoles; mathieu equation

    Icon

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.