Navegação IPEN por assunto "drugs"

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 00948

    FIGOLS de BARBOZA, MARYCEL R.F. . Acao do fenobarbital sobre alguns aspectos do metabolismo hepatico da tiroxina. 1977. Dissertacao (Mestrado) - Instituto de Biociencias, Universidade de Sao Paulo - IB/USP, 54 p. Orientador: Wilian Nicolau.

    Palavras-Chave: drugs; phenobarbital; hormones; thyroxine; metabolism

    Icon

  • IPEN-DOC 19394

    DANTAS, DANIELLE M.; SILVA, NATANAEL G. da ; MANETTA, ANA P.; OSSO JUNIOR, JOAO A.. Acute and subacute toxicity of sup(18)F-FDG. In: INTERNATIONAL NUCLEAR ATLANTIC CONFERENCE; MEETING ON NUCLEAR APPLICATIONS, 11th; MEETING ON REACTOR PHYSICS AND THERMAL HYDRAULICS, 18th; MEETING ON NUCLEAR INDUSTRY, 3rd, November 24-29, 2013, Recife, PE. Proceedings... Sao Paulo: ABEN, 2013, 2013.

    Palavras-Chave: radiopharmaceuticals; drugs; fluorine 18; fluorodeoxyglucose; toxicity; quality assurance; biological indicators; sample preparation; bioassay; rats; in vivo; acute irradiation; acute exposure

    Icon

  • IPEN-DOC 10506

    ALCANTARA, M.T.S.; PAZZOTTO, C.R.; ROGERO, S.O. ; LUGAO, A.B. . Adesivo hipoalergenico como matriz polimerica num sistema de liberacao de farmaco. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA E CIENCIA DOS MATERIAIS, 16., 28 nov. - 02 dez, 2004, Porto Alegre, RS. Anais... 2004.

    Palavras-Chave: adhesives; skin absorption; therapy; matrix materials; compatibility; performance; drugs; biological materials

    Icon

  • IPEN-DOC 22333

    SAIKI, MITIKO ; KAWASSAKI, RODRIGO K. . Análise de fitoterápicos eparema e guaraná do Amazonas pelo método de ativação com nêutrons. In: SIMPOSIO INTERNACIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA USP, 21., 21-25 de outubro, 2014, São Paulo, SP. Abstract... 2014.

    Palavras-Chave: medicinal plants; drugs; quantitative chemical analysis; multi-element analysis; neutron activation analysis; accuracy; herbs

    Icon

  • IPEN-DOC 12290

    COUTINHO, ENIA L.; ANDRADE, LUCIANA N. de S.; CHAMMAS, ROGER; MORGANTI, LIGIA ; SCHOR, NESTOR; BELLINI, MARIA H. . Anti-tumor effect of endostatin mediated by retroviral gene transfer in mice bearing renal cell carcinoma. FASEB Journal, v. 21, p. 3153-3161, 2007.

    Palavras-Chave: renal clearance; carcinomas; mice; gene therapy; bioassay; drugs; radiotherapy; tumor cells; inhibition; endothelium

    Icon

  • IPEN-DOC 27124

    COURROL, LILIA C.; ESPINOZA-CULUPÚ, ABRAHAM; SILVA JUNIOR, PEDRO I. da; GONÇALVES, KARINA de O.; SILVA, FLAVIA R. de O. ; BORGES, MONAMARIS M.. Antibacterial and antitumoral activities of the spider acylpolyamine Mygalin silver nanoparticles. BioNanoScience, v. 10, n. 2, p. 463-472, 2020. DOI: 10.1007/s12668-020-00738-w

    Abstract: Mygalin is a synthetic analog of polyamine spermidine isolated from spider hemocytes. Polyamines show potential therapeutic activity against a wide range of human diseases such as cancer and microbial infections. In this work, we analyzed the antibacterial and antitumoral activities of Mygalin silver nanoparticles synthesized by the photoreduction method. The formation and distribution of MygAgNPs were confirmed by UV-visible spectroscopy, zeta potential, and transmission electron microscopy. The obtained nanoparticles were mostly spherical with a particle size distribution in the range of ~ 10–60 nm. We have demonstrated that MygAgNPs increased the effectiveness of the native Mygalin by approximately 6400-fold. Cytotoxicity tests were performed, and it was possible to reach a concentration that was not toxic to healthy cells (NHI-3T3) and at the same time toxic to the tumor cell line (MCF-7). The obtained results suggest that this system shows potential enhanced antibacterial activity against Escherichia coli, DH5α and anticancer activity against MCF-7 cell line.

    Palavras-Chave: drugs; neoplasms; antibiotics; spiders; silver; nanoparticles; cell cultures; drugs; amines; bacteria

    Icon

  • IPEN-DOC 27175

    HERNANDES, CAMILA; MIGUITA, LUCYENE; SALES, ROMARIO O. de; SILVA, ELISANGELA de P.; MENDONÇA, PEDRO O.R. de; SILVA, BRUNA L. da; KLINGBEIL, MARIA de F.G. ; MATHOR, MONICA B. ; RANGEL, ERIKA B.; MARTI, LUCIANA C.; COPPEDE, JULIANA da S.; NUNES, FABIO D.; PEREIRA, ANA M.S.; SEVERINO, PATRICIA. Anticancer activities of the quinone-methide triterpenes maytenin and 22-β-hydroxymaytenin obtained from cultivated Maytenus ilicifolia roots associated with down-regulation of miRNA-27a and miR-20a/miR-17-5p. Molecules, v. 25, n. 3, p. 1-19, 2020. DOI: 10.3390/molecules25030760

    Abstract: Natural triterpenes exhibit a wide range of biological activities. Since this group of secondary metabolites is structurally diverse, effects may vary due to distinct biochemical interactions within biological systems. In this work, we investigated the anticancer-related activities of the quinone-methide triterpene maytenin and its derivative compound 22-β-hydroxymaytenin, obtained from Maytenus ilicifolia roots cultivated in vitro. Their antiproliferative and pro-apoptotic activities were evaluated in monolayer and three-dimensional cultures of immortalized cell lines. Additionally, we investigated the toxicity of maytenin in SCID mice harboring tumors derived from a squamous cell carcinoma cell line. Both isolated molecules presented pronounced pro-apoptotic activities in four cell lines derived from head and neck squamous cell carcinomas, including a metastasis-derived cell line. The molecules also induced reactive oxygen species (ROS) and down-regulated microRNA-27a and microRNA-20a/miR-17-5p, corroborating with the literature data for triterpenoids. Intraperitoneal administration of maytenin to tumor-bearing mice did not lead to pronounced histopathological changes in kidney tissue, suggesting low nephrotoxicity. The wide-ranging activity of maytenin and 22-β-hydroxymaytenin in head and neck cancer cells indicates that these molecules should be further explored in plant biochemistry and biotechnology for therapeutic applications.

    Palavras-Chave: antipyretics; reagents; tumor cells; neoplasms; drugs; carcinomas

    Icon

  • IPEN-DOC 09773

    RATH, S.; TRIVELIN, L.A.; IMBRUNITO, T.R.; TOMAZELA, D.M.; JESUS, M.N.; MARZAL, P.C.; ANDRADE JUNIOR, H.F. ; TEMPONE, A.G.. Antimoniais empregados no tratamento da leishmaniose: estado da arte. Quimica Nova, v. 26, n. 4, p. 550-555, 2003.

    Palavras-Chave: parasitic diseases; protozoa; therapy; chemotherapy; antimony; drugs; toxicity

    Icon

  • IPEN-DOC 22430

    BORBOREMA, SAMANTA E.T. ; OSSO JUNIOR, JOAO A. ; ANDRADE JUNIOR, HEITOR F. de; NASCIMENTO, NANCI do . Antimonial drugs entrapped into phosphatidylserine liposomes: physicochemical evaluation and antileishmanial activity. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 49, n. 2, p. 196-203, 2016.

    Palavras-Chave: antimony; protozoa; liposomes; phospholipids; drugs; evaluation; transmission electron microscopy; viability; tetrazolium; dyes; optical microscopy; therapy

    Icon

  • IPEN-DOC 14830

    PUSCEDDU, FABIO H. . Avaliacao ecotoxicologica do farmaco triclosan para invertebrados de agua doce com enfase em ensaios com sedimento marcado ('SPIKED SEDIMENT') / Ecotoxicological assessment of the pharmaceutical compound Triclosan to freshwater invertebrates with emphasis to spiked sediment tests . 2010. Dissertacao (Mestrado) - Instituto de Pesquisas Energeticas e Nucleares - IPEN-CNEN/SP, Sao Paulo. 116 p. Orientador: Maria Beatriz Bohrer-Morel. DOI: 10.11606/D.85.2010.tde-08082011-145807

    Abstract: O aumento crescente da ocorrência de fármacos e produtos de cuidados pessoais (Pharmaceutical and Personal Care Products PPCPs) no ambiente aquático pode causar efeitos adversos à saúde humana e às comunidades aquáticas. O risco ambiental dos PPCPs, associado à possibilidade de efeitos sinérgicos entre estes compostos, assim como o aumento do uso de compostos orgânicos sintéticos, desencadearam grande preocupação com relação ao potencial tóxico à biota. O Triclosan (5-cloro-2-(2,4-diclorofenoxy)-fenol) é um produto farmacêutico mundialmente utilizado pelo seu mecanismo de efeito bactericida, sendo encontrado em pelo menos 932 produtos, como shampoos, sabonetes, desodorantes, loções, pastas de dentes, detergentes, roupas esportivas entre outros. Atualmente, estudos sobre a toxicidade do Triclosan na água e, principalmente, nos sedimentos, são escassos. Sabe-se que a fotodegradação deste produto gera dioxinas e, no momento, órgãos ambientais, como a EPA, discutem se haverá ou não restrições ao uso. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos do Triclosan na mortalidade da larva de inseto Chironomus xanthus, e mortalidade e reprodução do microcrustáceo Ceriodaphnia dubia, expostos a sedimentos marcados com Triclosan, com base nas metodologias da EPA e OECD. O valor médio de CE50;96H obtido nos testes de toxicidade aguda com C. xanthus foi de 45,26 mg.Kg-1. Os testes de toxicidade crônica com C. dubia com sedimento marcado foram realizados de acordo com os procedimentos de Burton & MacPherson (1995). A concentração de efeito não observado (CENO) e a menor concentração de efeito observado (CEO) foram de 5,78 e 6,94 mg.Kg-1, respectivamente. Palavras-chave: Triclosan, fármaco, Chironomus xanthus, Ceriodaphnia

    Palavras-Chave: drugs; synthetic materials; aquatic ecosystems; invertebrates; synergism; biological effects; toxicity; sediments

    Icon

  • IPEN-DOC 16383

    CORTEZ, FERNANDO S. . Avaliacao ecotoxicologica do farmaco triclosan para invertebrados marinhos / Ecotoxicological assessment of the pharmaceutical tricosan for marine invertebrates . 2011. Dissertacao (Mestrado) - Instituto de Pesquisas Energeticas e Nucleares - IPEN-CNEN/SP, Sao Paulo. 203 p. Orientador: Maria Beatriz Bohrer-Morel. DOI: 10.11606/D.85.2011.tde-17062011-132834

    Abstract: Triclosan é um composto orgânico de baixa solubilidade que vem sendo utilizado em formulações de cremes dentais e faciais, xampu, sabonetes, embalagens de gêneros alimentícios e diversos tipos de materiais, tais como, adesivos, brinquedos, sapatos, selantes, tintas, colchão, roupas, pisos, toldos e rejuntes. O amplo uso deste composto deve-se à grande eficácia contra bactérias Gram negativas e Gram positivas. Por seu extenso uso, evidências da presença de Triclosan têm sido frequentemente relatadas em efluentes urbanos e industriais, águas superficiais e sedimentos de ambientes dulcícolas, estuarinos e marinhos, como também em organismos aquáticos como algas, peixes e mamíferos. Neste contexto, o presente estudo avaliou a toxicidade aguda e crônica de Triclosan para diferentes invertebrados marinhos de águas tropicais. Para tanto, ensaios de toxicidade aguda foram realizados com o copépodo Nitokra sp (mortalidade) e com o ouriço-do-mar Lytechinus variegatus (taxa de fertilização). Para a avaliação do efeito crônico, ensaios de toxicidade de curta duração (desenvolvimento embriolarval) foram realizados com o ouriço-do-mar L. variegatus e Perna perna. Além desses métodos, o ensaio do Tempo de Retenção do Corante Vermelho Neutro foi empregado com a finalidade de se avaliar os efeitos do Triclosan sobre a estabilidade da membrana lisossômica de hemócitos de P. perna. Na avaliação do efeito agudo, o valor médio da CL(I)50;96h encontrada para o copépodo foi de 0,20 mg.L-1 enquanto que o valor médio da CI(I)50;1h para ouriço-do-mar foi de 0,28 mg.L-1. Já na avaliação do efeito crônico, o valor médio da CI(I)50;24h para ouriço-do-mar foi de 0,14 mg.L-1 e para o molusco bivalve a média da CI(I)50;48h, foi de 0,13 mg.L-1. O efeito na estabilidade da membrana lisossômica de hemócitos de P. perna ocorreu em concentrações a partir de 12 ng.L-1. Estes resultados evidenciam o risco ecológico da introdução contínua desse composto em ambientes marinhos, e devem ser considerados para identificação de concentrações seguras e futura regulação do bactericida Triclosan na legislação ambiental nacional e internacional.

    Palavras-Chave: drugs; aquatic ecosystems; invertebrates; toxicity

    Icon

  • IPEN-DOC 10941

    SUSSA, F.; SILVA, P.S.C. ; MAZZILLI, B.P. ; FAVARO, D.I.T. . Avaliacao preliminar da composicao quimica elementar de argilas de uso terapeutico. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GEOQUIMICA, 10.; SIMPOSIO DE GEOQUIMICA DOS PAISES DO MERCOSUL, 2., 30 out. - 04 nov, 2005, Porto de Galinhas, PE. Anais... Sociedade Brasileira de Geoquimica, 2005, 2005.

    Palavras-Chave: clays; chemical composition; elements; trace amounts; drugs; therapy; epidermis

    Icon

  • IPEN-DOC 23370

    CAVALCANTE, ADRIANA K. . Avaliação da ecotoxicidade do resveratrol no estágio embriolarval de peixes da espécie Danio rerio / Evaluation of resveratrol ecotoxicity in the embryolarval stage of fishes of the species Danio rerio . 2017. Dissertação (Mestrado em Tecnologia Nuclear) - Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - IPEN-CNEN/SP, São Paulo. 110 p. Orientador: José Roberto Rogero. DOI: 10.11606/D.85.2017.tde-03082017-074403

    Abstract: A busca pelo homem por uma vida saudável tem impulsionado pesquisas por novas substâncias capazes de atender tal desejo. O composto fenólico resveratrol (3, 4\', 5- trihidroxiestilbeno) é uma dessas substâncias que apresenta uma variedade de ações farmacológicas, como potencial antioxidante, capacidade antiinflamatória, proteção contra doenças cardíacas e câncer. Apesar dos inúmeros estudos sobre os benefícios do resveratrol à saúde, há poucos dados na literatura sobre sua toxicidade em organismos aquáticos, e principalmente sua concentração no ambiente, tornando o presente estudo fundamental para a contribuição de informações sobre a ecotoxicidade do resveratrol no ambiente aquático. O presente estudo avaliou a toxicidade do resveratrol em embriões e larvas de Danio rerio (zebrafish). Para isso foi realizado o ensaio in vitro de citotoxicidade do resveratrol, ensaios de ecotoxicidade e ensaio de biomarcadores enzimáticos. A avaliação do resveratrol por cromatografia líquida de alta pressão (HPLC) também foi realizada. De acordo com os resultados obtidos, o índice de citotoxicidade (IC50), concentração do resveratrol que causou a morte de 50% das células da linhagem NCTC-L929 foi de 39 mg L-1. A concentração de resveratrol que causa mortalidade em 50% dos organismos expostos (CL50), nos ensaios de ecotoxicidade crônica de curta duração com larvas do peixe Danio rerio foi de 51,37 mg L-1. A CL50 obtida no ensaio de ecotoxicidade aguda no estágio embriolarval do peixe Danio rerio com 96 h de duração foi de 75,33 mg L-1 e a CL50 obtida no ensaio de ecotoxicidade aguda no estágio embriolarval do peixe Danio rerio com 168 h de duração foi de 50,87 mg L-1. Nas concentrações mais elevadas de resveratrol foram observadas deformidades em embriões e larvas. O resveratrol alterou as atividades das enzimas LDH e ChE no estágio embriolarval de Danio rerio. Na análise do resveratrol por HPLC não foi observado degradação do composto.

    Palavras-Chave: fishes; embryos; quantitative chemical analysis; in vitro; high-performance liquid chromatography; ecosystems; toxicity; enzymes; drugs; industrial wastes; environmental impacts; pollution laws

    Icon

  • IPEN-DOC 22000

    KAWASSAKI, RODRIGO K. ; SAIKI, MITIKO . Avaliação da exatidão e dos limites de detecção e de determinação na análise por ativação com nêutrons de fitoterápicos. In: PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 20.; PROGRAMA DE BOLSAS E INICIAÇÃO CIENTÍFICA CNEN, 11.; PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO, 4., 22-23 de outubro, 2014, São Paulo, SP. Resumo expandido... 2014. p. 146-147.

    Palavras-Chave: chemical analysis; sensitivity; neutron activation analysis; multi-element analysis; quality control; arsenic; drugs; medicinal plants

    Icon

  • IPEN-DOC 21793

    SHIHOMATSU, HELENA M. ; MARTINS, ELAINE A.J. ; COTRIM, MARYCEL E.B. ; LEBRE, DANIEL T. ; PIRES, MARIA A.F. . Avaliação da ocorrência de fármacos nas águas de represas do Estado de São Paulo, SP, Brasil. In: SAFETY, HEALTH AND ENVIRONMENT WORLD CONGRESS, 15th, July 19-24, 2015, Porto, Portugal. Proceedings... 2015.

    Palavras-Chave: evaluation; drugs; drug abuse; liquid column chromatography; mass spectroscopy; water reservoirs; extraction chromatography; residues; validation

    Icon

  • IPEN-DOC 19952

    LEAL, ALEXANDRE S.; MELO, FERNANDA P.S.; GOMES, TATIANA C.B.; SANTANA, AMALIA S.; CUNHA, LUZIA H. da; SAIKI, MITIKO . Avaliação da qualidade da sinvastatina comercializadas por farmácias de manipulação em Belo Horizonte/MG / Assessment of the quality of the simvastatin commercialized by pharmacies of manipulation from the city of Belo Horizonte/Brazil. Vigilancia Sanitária em Debate, v. 2, n. 1, p. 69-74, 2014.

    Palavras-Chave: brazil; quality control; manipulators; quality assurance; drugs; cholesterol

    Icon

  • IPEN-DOC 19997

    SILVA, VANESSA H.O. . Avaliação da toxicidade e da degradação do fármaco cloridrato de fluoxetina, em solução aquosa e em mistura com esgoto doméstico, empregando irradiação com feixe de elétrons / Toxicity and degradation assessment of the drug fluoxetine hydroechloride, in aqueous solution and mixed with domestic sewage, using electron beam irradiation . 2014. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Pesquisas Energeticas e Nucleares - IPEN-CNEN/SP, São Paulo. 128 p. Orientador: Sueli Ivone Borrely. DOI: 10.11606/D.85.2014.tde-22042014-155700

    Abstract: A ampla utilização de medicamentos, a falta de gerenciamento na produção e no descarte desses produtos, bem como a dificuldade na remoção de resíduos de fármacos das águas residuais durante as fases do tratamento de efluentes tem causado a liberação destes micropoluentes nos recursos hídricos. O cloridrato de fluoxetina, conhecido comercialmente como Prozac®, tem sido muito utilizado em diversos países. Estudos demonstram sua presença no meio ambiente e o potencial de danos que este fármaco pode causar à biota. Desta forma, este trabalho estudou uma tecnologia de tratamento (POA - Processo Oxidativo Avançado) utilizando-se radiação ionizante, proveniente de um acelerador de elétrons, para a degradação do fármaco cloridrato de fluoxetina em solução aquosa e na mistura com esgoto doméstico. Após a irradiação foram feitas análises químicas na solução aquosa do fármaco com Espectrofotometria UV/VIS, Cromatografia Líquida Ultra Rápida (detectores UV/VIS e fluorescência) e quantificação do Carbono Orgânico Total (COT). Também foram empregados ensaios de toxicidade aguda (Daphnia similis e Vibrio fischeri) e crônica (Ceriodaphnia dubia). A eficiência na degradação do fármaco foi superior a 98,00% na menor dose de radiação (0,5 kGy), porém houve baixa taxa de mineralização para as doses aplicadas neste estudo. Para a Daphnia similis na dose de 0,5 kGy houve eficiência de 83,75% na redução da toxicidade do cloridrato de fluoxetina e 87,24% para 5,0 kGy, houve eficiência de 100,00% na redução da toxicidade para o esgoto doméstico e para a mistura (CF + esgoto) 79,32% na dose de 5,0 kGy. A eficiência para a Vibrio fischeri foi de 17,26% (melhor eficiência na dose de 5,0 kGy) e após a correção do pH das amostras a melhor eficiência foi para 20,0 kGy (26,78%), para o esgoto e para a mistura as eficiências ficaram em torno dos 20,00% para todas as doses de radiação aplicadas. Em relação a toxicidade crônica para Ceriodaphnia dubia a eficiência foi de 97,50% para 5,0 kGy. Verificou-se que a Ceriodaphnia dubia possui maior sensibilidade ao fármaco, seguido da bactéria Vibrio fischeri e por fim a Daphnia similis.

    Palavras-Chave: drugs; antidepressants; organic fluorine compounds; decomposition; toxicity; aqueous solutions; municipal wastes; sewage; waste disposal; ionizing radiations; electron beams; waste processing

    Icon

  • IPEN-DOC 25665

    SANTOS, DYMES R.A. dos . Avaliação do risco ambiental da fluoxetina em sedimentos marinhos para invertebrados aquáticos / Environmental risk assessment of fluoxetine in marine sediments to aquatic invertebrates . 2019. Tese (Doutorado em Tecnologia Nuclear) - Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - IPEN-CNEN/SP, São Paulo. 134 p. Orientador: José Roberto Rogero. DOI: 10.11606/T.85.2019.tde-11042019-144512

    Abstract: O uso acentuado de fármacos e produtos de cuidado pessoal (FPCP) por grande parcela da população, associado ao aumento do número de habitantes, principalmente, em regiões costeiras, gera uma consequente e contínua entrada destas substâncias no ambiente. Com isso há uma necessidade crescente de se investigar a presença e o comportamento desta classe de contaminantes, principalmente em sedimentos, uma vez que estes são capazes de acumular e apresentar concentrações relativamente perigosas a organismos não-alvos. Assim, este estudo teve como objetivo avaliar o risco ambiental do fármaco fluoxetina (FLU) presente em sedimentos marinhos da região de Santos/SP, Brasil, por meio de ensaios ecotoxicológicos integrados à análises químicas para quantificação deste fármaco no ambiente marinho. Para tanto foram utilizados invertebrados marinhos, espécie Mytella charruana para a caracterização de citotoxicidade e atividade de biomarcadores, e as espécies Perna perna e Echinometra lucunter em ensaios de desenvolvimento embriolarval. Todos os orgismos-teste foram expostos à sedimentos marinhos previamente marcados com FLU. Por meio de técnicas de HPLC-ESI-MS/MS, foram identificadas e quantificadas concentrações da ordem de 10,4 ng.g-1 em sedimentos coletados no entorno do emissário submarino de esgoto de Santos (Baía de Santos, São Paulo - Brasil). A FLU apresentou efeitos sobre o desenvolvimento embriolarval de E. lucunter e P. perna e efeitos cito-genotóxicos para a espécie M. charruana, em concentrações ambientalmente relevantes. Segundo o método utilizado para avaliação de risco ambiental, a fluoxetina pode ser considerada como substância potencialmente perigosa para invertebrados aquáticos.

    Palavras-Chave: industrial wastes; drugs; antidepressants; waste water; liquid wastes; waste processing; environmental impacts; risk assessment; sediments; lcpmpdpw; marine disposal; invertebrates; aquatic organisms; molluscs; sea urchins; mussels; daphnia; bacteria; toxicity; structural chemical analysis; high-performance liquid chromatography; mass spectroscopy

    Icon

  • IPEN-DOC 21982

    PUSCEDDU, FABIO H. . Avaliação do risco ambiental de sedimentos contaminados com triclosan, ibuprofeno e 17α-etinilestradiol empregando invertebrados marinhos bentônicos / Environmental risk assessment of sediments contaminated with triclosan, ibuprofeno and 17α-ethynylestradiol employing benthic marine invertebrates . 2016. Tese (Doutorado em Tecnologia Nuclear) - Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - IPEN-CNEN/SP, São Paulo. 133 p. Orientador: José Roberto Rogero. DOI: 10.11606/T.85.2016.tde-30092016-130918

    Abstract: Os protocolos de Avaliação de Risco Ambiental (ERA) de Fármacos e Produtos de Cuidados Pessoais (FPCP) recomendam o uso de ensaios ecotoxicológicos tradicionais (por exemplo algas, bactérias, invertebrados, peixes) e a avaliação de efeitos em um único nível de organização biológica para a determinação dos efeitos potenciais dos FPCP à biota. Considerando que efeitos em nível de sub-indivíduo pode afetar igualmente a aptidão ecológica de organismos marinhos, e que os mesmos estão cronicamente expostos aos FPCP, o objetivo do presente estudo foi avaliar o risco ambiental de triclosan (TCS), ibuprofeno (IBU) e 17&alpha;-etinilestradiol (EE2) em sedimentos marinhos utilizando respostas de efeitos sub-individuais e populacionais. Por meio do HPLC-ESI-MS/MS, as concentrações ambientais de TCS e IBU foram quantificadas em sedimentos marinhos coletados no entorno do emissário submarino de esgoto de Santos (Baía de Santos, São Paulo - Brasil) com 15,14 e 49,0 ng.g-1, respectivamente, enquanto o EE2 não foi detectado (<33 ng.g-1). Uma bateria de ensaios de toxicidade crônica (desenvolvimento embriolarval) com ouriços-do-mar (Lytechinus variegatus) e bivalves (Perna perna) foi realizada (efeito a nível de indivíduo) após exposição a sedimentos contaminados com os FPCP. Além disso, foram analisados alguns biomarcadores de Fase I (etoxiresorufina O-deetilase EROD e dibenzilfluoresceína DBF), de Fase II (glutationa S-transferase GST) do metabolismo, do sistema antioxidante (glutationa peroxidase GPx), de neurotoxicidade (colinesterase ChE), de estresse oxidativo (peroxidação lipídica LPO e danos em DNA) e de citotoxicidade que foram selecionados para avaliação das respostas a nível de sub-indivíduo em mexilhões Mytella charruana. Todos os compostos analisados apresentaram efeitos sobre o desenvolvimento embriolarval de L. variegatus e P. perna em concentrações ambientalmente relevantes. Em nível de sub-indivíuo foi possível observar que o TCS causou efeitos cito-genotóxicos (diminuição da estabilidade da membrana lisossomal, peroxidação lipídica e danos em DNA) e neurotóxicos. O IBU causou efeitos citotóxicos e neurotóxicos, enquanto o EE2 apresentou efeitos citotóxicos e danos em DNA. Nesse sentido, mesmo em baixas concentrações os FPCP são potencialmente capazes de alterar os mecanismos de manutenção da homeostase. Os dados químicos e ecotoxicológicos foram integrados e os quocientes de risco estimados para TCS, IBU e EE2 apresentaram valores superiores a 1,0, indicando alto risco ambiental destes compostos em sedimentos marinhos. Estes são os primeiros dados de avaliação de risco ambiental de FPCP em sedimentos de uma zona costeira brasileira. Os resultados sugerem que a ERA de fármacos e produtos de cuidados pessoais deve contemplar, além dos ensaios de toxicidade tradicionais o uso de biomarcadores como indicadores dos primeiros sinais de efeitos e, assim, estabelecer uma avaliação de risco mais efetiva que assegure a proteção e funcionamento dos ecossistemas aquáticos.

    Palavras-Chave: risk assessment; environmental impacts; pollutants; sewage; domestic supplies; aquatic organisms; sediments; marine disposal; toxicity; immunoassay; ionizing radiations; drugs; antimitotic drugs; consumer products; estradiol; hazards; biological effects; safety standards; brazil

    Icon

  • IPEN-DOC 26923

    VECCHIO, DANIELA; GUPTA, ASHEESH; HUANG, LIYI; LANDI, GIACOMO; AVCI, PINAR; RODAS, ANDREA ; HAMBLIN, MICHAEL R.. Bacterial photodynamic inactivation mediated by methylene blue and red light is enhanced by synergistic effect of potassium iodide. Antimicrobial Agents and Chemotherapy, v. 59, n. 9, p. 5203-5212, 2015. DOI: 10.1128/AAC.00019-15

    Abstract: The inexorable increase of antibiotic resistance occurring in different bacterial species is increasing the interest in developing new antimicrobial treatments that will be equally effective against multidrug-resistant strains and will not themselves induce resistance. One of these alternatives may be photodynamic inactivation (PDI), which uses a combination of nontoxic dyes, called photosensitizers (PS), excited by harmless visible light to generate reactive oxygen species (ROS) by type 1 (radical) and type 2 (singlet oxygen) pathways. In this study, we asked whether it was possible to improve the efficacy of PDI in vitro and in vivo by addition of the inert salt potassium iodide (KI) to a commonly investigated PS, the phenothiazinium dye methylene blue (MB). By adding KI, we observed a consistent increase of red light-mediated bacterial killing of Gram-positive and Gram-negative species in vitro and in vivo. In vivo, we also observed less bacterial recurrence in wounds in the days posttreatment. The mechanism of action is probably due to formation of reactive iodine species that are produced quickly with a short lifetime. This finding may have a relevant clinical impact by reducing the risk of amputation and, in some cases, the risk of death, leading to improvement in the care of patients affected by localized infections.

    Palavras-Chave: bacteria; inactivation; photosensitivity; methylene blue; potassium iodides; in vivo; in vitro; antibiotics; drugs; light sources; therapy; reagents

    Icon

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.