Navegação IPEN por assunto "x-ray emission analysis"

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 19693

    DOUBEK, GUSTAVO . Desenvolvimento de sistemas catalíticos não suportados para células a combustível de membrana polimérica de temperatura elevada de operação / Development of unsupported catalytic systems for high temperature polymeric fuel cell applications . 2013. Tese (Doutoramento) - Instituto de Pesquisas Energeticas e Nucleares - IPEN-CNEN/SP, São Paulo. 104 p. Orientador: Marcelo Linardi. DOI: 10.11606/T.85.2013.tde-28112013-143424

    Abstract: Células a combustível de membrana polimérica têm cada vez mais se destacado como meio na obtenção de energia, pela sua alta eficiência e potencial para fazê-la de modo sustentável. Entretanto muitos ainda são os desafios para consolidá-la comercialmente. Dentre eles, a aglomeração e a perda de área ativa em catalisadores suportados em carbono recebem um destaque especial, principalmente em células PEM de temperatura elevada de operação. Eletrocatalisadores não suportados, baseados em nanoarquiteturas de geometria controlada, têm se tornado uma tendência em diversas frentes de pesquisa. Tal fato se deve à alta eficiência e estabilidade atingidas por sistemas nanométricos organizados, além da possibilidade em se criar superfícies funcionais adaptadas a reações específicas. O trabalho de pesquisa buscou o desenvolvimento de sistemas catalíticos não suportados, de alta área superficial, como alternativa a eletrocatalisadores nanoparticulados suportados em carbono, a fim de se reduzir a perda sobre a área ativa quando submetidos às condições de operação em células a combustível. O trabalho explorou dois conceitos, a confecção de nanotubos de platina e a confecção de nanofios nanoporosos à base de platina vítrea. Para este desenvolvimento foram estudados e caracterizados os efeitos da dissolução seletiva, em escala nanométrica, acoplados à conformabilidade de metais amorfos e à utilização da troca galvânica como ferramenta de síntese de superfícies. Tais estudos foram utilizados como base para o projeto de sistemas catalíticos não suportados. Os materiais propostos foram avaliados quanto a sua atividade e estabilidade frente a reações comuns em células a combustível. Tais sistemas demonstraram uma alta estabilidade em relação à sua área ativa, em ensaios de durabilidade, assim como uma alta utilização do metal nobre, tornando-os promissores para a tecnologia de células a combustível.

    Palavras-Chave: proton exchange membrane fuel cells; high-temperature fuel cells; membranes; nanostructures; surface treatments; electrochemical corrosion; polymers; synthesis; platinum alloys; catalysts; geometry; mass spectroscopy; plasma; x-ray diffraction; x-ray emission analysis; scanning electron microscopy

    Icon

  • IPEN-DOC 21861

    MARTINS, ELAINE W. . Desenvolvimento e aplicação de um simulador pediátrico craniano para dosimetria em tomografia computadorizada / Development and application of a pediatric head phantom for dosimetry in computed tomography . 2016. Tese (Doutorado em Tecnologia Nuclear) - Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - IPEN-CNEN/SP, São Paulo. 127 p. Orientador: Monica Beatriz Mathor. DOI: 10.11606/T.85.2016.tde-07072016-143152

    Abstract: Para avaliar os níveis de exposição e a dose absorvida em pacientes submetidos a exames de tomografia computadorizada, TC, é necessário calcular os índices de dose em medições com um simulador de PMMA, ou cheio de água. O simulador deve ser capaz de reproduzir as características de absorção e espalhamento do corpo ou parte do corpo humano em um campo de radiação. As grandezas específicas em TC: índice de kerma livre no ar (Ca,100), índice de kerma no ar ponderado (CW), índice de kerma no volume total (Cvol) e produto kerma no ar-comprimento (PKL) devem ser determinadas e comparadas com os níveis de referência já existentes na literatura. Neste trabalho foi desenvolvido um simulador pediátrico craniano, já que no Brasil os níveis de referência para diagnósticos (NRDs) disponíveis foram determinados baseados em um simulador padrão adulto. O simulador desenvolvido inovou em sua construção apresentando materiais que simulam a calota craniana em osso cortical (alumínio) e osso esponjoso (PVC). O seu interior foi preenchido com água destilada. As dimensões foram escolhidas de acordo com as recomendações da Organização Mundial da Saúde e do International Commission on Radiation Units, para o tamanho da cabeça de uma criança de 0 a 5 anos: 160 mm de diâmetro e 155 mm de altura. A calota craniana tem uma espessura de 4 mm e diâmetro interno de 111,9 mm. Para avaliar seu comportamento foram realizados testes em laboratórios e em feixes clínicos. Os resultados apresentaram uma atenuação de até 23% na utilização dos materiais que simulam a calota craniana evidenciando que os valores adotados para os cálculos de NRD podem estar superestimando a dose recebida por pacientes pediátricos. Percebe-se que a dose recebida em exames de crânio apresenta uma distribuição diferente por ser parcialmente atenuada e/ou retroespalhada pela calota craniana, o que não é considerado ao se utilizar o simulador constituído apenas de PMMA.

    Palavras-Chave: head; patients; pediatrics; computerized tomography; radiotherapy; phantoms; diagnosis; radiation doses; nuclear medicine; x radiation; x-ray detection; x-ray dosimetry; x-ray emission analysis; x-ray radiography; patients; children

    Icon

  • IPEN-DOC 05284

    PAIVA, R.P. ; SEPULVEDA MUNITA, C.J.A. ; CUNHA, I.I.L. ; PIRES, M.A.F. ; TABACNIKS, M.H.. Determinacion de elementos inorganicos y aniones en agua de lluvia de San Pablo. In: PRIMERA REUNION DE INVESTIGADORES DEL PROJECTO, 12-18 de enero, 1993, San Jose, Costa Rica. Resumen... 1993.

    Palavras-Chave: rain water; trace amounts; anions; neutron activation analysis; ion exchange chromatography; x-ray emission analysis

    Icon

  • IPEN-DOC 26154

    JUNQUEIRA, LUCAS S. ; ANGELINI, MATHEUS ; ZAHN, GUILHERME S. ; SILVA, PAULO S.C. da . Determination of I-129 on radioactive waste from Angra 1 and 2 Power Plants. In: INTERNATIONAL NUCLEAR ATLANTIC CONFERENCE, October 21-25, 2019, Santos, SP. Proceedings... Rio de Janeiro: Associação Brasileira de Energia Nuclear, 2019. p. 492-495.

    Abstract: Radioactive waste must be characterized in order to be deposited in a suitable place for its confinement, avoiding any contamination of the environment. This study determined 129I, one of the difficult-to-measure nuclides that make up the radioactive waste from Angra 1 and 2 nuclear power plants. The methodology used a 129-I (1Bq/mL) liquid certified standard and consisted on guarantying that all the iodine was converted into iodide before the addition of PdCl2 for the precipitation of PdI2. After the separation procedure the 129I was quantified by gamma spectrometry by measuring its X-ray emissions with energies of 29.7 keV and 33.8 keV, as well as the gamma-ray emission of 39.6 keV. The chemical yield of the procedure was 74.4% (0,2).

    Palavras-Chave: activity meters; energy spectra; gamma spectroscopy; iodides; iodine 129; nuclear power plants; radioactive wastes; x-ray emission analysis

    Icon

  • IPEN-DOC 15603

    ORLANDO, M.T.D.; PASSAMAI JUNIOR, J.L.; DEPIANTI, J.B.; SOUZA, D.O.; RODRIGUES, V.A.; CORREA, H.P.S.; ROSSI, J.L. ; MARTINEZ, L.G. ; MELO, F.C.L.. EXAFS and XANES of Ca2MnReO6 under pressure up to 1.2 GPa. In: REUNIAO ANUAL DE USUARIOS DO LNLS, 20., 22-23 de fevereiro, 2010, Campinas, SP. Resumos... 2010. p. 154.

    Palavras-Chave: angular distribution; crystallography; small angle scattering; structural chemical analysis; x radiation; x-ray diffraction; x-ray emission analysis; x-ray spectra; x-ray spectroscopy

    Icon

  • IPEN-DOC 15684

    SOUZA, DANILO O. de; ORLANDO, M.T.D.; MEDEIROS, E.F.; CORREA, H.P.S.; ROSSI, J.L. ; MARTINEZ, L.G. ; MELO, F.C.L.. EXAFS and XANES of Ca2MnReO6 under pressure up to 1.2 GPa. In: ENCONTRO NACIONAL DE FISICA DA MATERIA CONDENSADA, 33., 10-14 de maio, 2010, Aguas de Lindoia, SP. Resumos... 2010.

    Palavras-Chave: perovskites; angular distribution; crystallography; small angle scattering; structural chemical analysis; x radiation; x-ray diffraction; x-ray emission analysis; x-ray spectra; x-ray spectroscopy

    Icon

  • IPEN-DOC 22603

    GERAB, FABIO ; ARTAXO, PAULO; GILLETT, R.; AYERS, G.. PIXE, PIGE and ion chromatography of aerosol particles from northeast Amazon Basin. Nuclear Instruments & Methods in Physics Research Section B - Beam Interactions with Materials and Atoms, v. 136, p. 955-960, 1998. DOI: 10.1016/S0168-583X(97)00887-2

    Abstract: Characterization of atmospheric aerosols collected in the northeast part of the Amazon Basin is presented. The main aerosol source in that region is the forest natural biogenic emission. The aerosol samples were collected using stacked filter units, and were analyzed applying several analytical techniques: Particle Induced X-ray Emission (PIXE) for the quantitative analysis of trace elements with 2 > 1 I; Particle Induced Gamma-ray Emission (PIGE) for the quantitative analysis of Na; Ion Chromatography (IC) was used to quantify ionic contents of aerosols from the fine mode particulate samples. A reflectance technique was used in order to measure black carbon concentrations; Gravimetric analysis was used in order to determine the total atmospheric aerosol mass concentration. The comparison from PIXE and IC concentration measurements for S. K and Ca techniques were in an excellent agreement. A good agreement was also obtained for Na concentrations measured by PIGE and IC techniques. Multivariate statistical analysis was used in order to identify and characterize the sources of the atmospheric aerosol present in the sampled region. The Serra do Navio aerosol is characterized by biogenic emissions. responsible for the majority of the total fine mass concentration. A strong marine influence was also noted. Soil dust is also an important aerosol source in that region.

    Palavras-Chave: gamma radiation; x-ray emission analysis; chromatography; aerosols; amazon river; gravimetric analysis; dusts; sedimentary basins

    Icon

  • IPEN-DOC 15605

    ORLANDO, M.T.D.; PASSAMAI JUNIOR, J.L.; MARTINEZ, L.G. ; ROSSI, J.L. ; CORREA, H.P.S.; GARCIA, F.; FERREIRA, F.F.; MELO, F.C.L.; SOUZA JUNIOR, F.G.. Pressure cell for XPD, XAS and SAXS experiments using synchrotron light. In: REUNIAO ANUAL DE USUARIOS DO LNLS, 20., 22-23 de fevereiro, 2010, Campinas, SP. Resumos... 2010. p. 137.

    Palavras-Chave: angular distribution; crystallography; small angle scattering; structural chemical analysis; x radiation; x-ray diffraction; x-ray emission analysis; x-ray spectra; x-ray spectroscopy

    Icon

  • IPEN-DOC 13037

    GERAB, FABIO; ARTAXO, PAULO; SWIETLICKI, ERIK; PALLON, JAN. Scanning proton microprobe applied to analysis of individual aerosol particles from Amazon Basin. Nuclear Instruments and Methods in Physics Research, v. 136-138, Section B, p. 318-323, 1998.

    Palavras-Chave: proton microprobe analysis; particles; aerosols; x-ray emission analysis; pixe analysis; amazon river

    Icon

  • IPEN-DOC 13696

    SILVA, CARLOS E. da . Validacao de metodos para as tecnicas de WDXRF e OES-SPARK na analise de acos. Calculo de incerteza de medicao para amostras de process, aco classe API / Validation of methods for WDXRF and OES-SPARK techniques in steel analysis. Determination of the uncertainty of measurements for API steel plant sample . 2009. Dissertacao (Mestrado) - Instituto de Pesquisas Energeticas e Nucleares - IPEN-CNEN/SP, Sao Paulo. 69 p. Orientador: Ivone Mulako Sato. DOI: 10.11606/D.85.2009.tde-01062009-171844

    Abstract: Em conseqüência do aumento da demanda de gás e petróleo no mercado nacional e internacional, as especificações e certificações dos resultados de analises químicas de tubos para gasodutos e oleodutos têm se tornados cada vez mais exigentes. Um contínuo desenvolvimento tem sido realizado para a melhoria de aços microligados da classe API (American Petroleum Institute). As propriedades do aço dependem do controle da composição química e parâmetros de processo durante sua fabricação. Neste trabalho, foi realizada comparação das incertezas de medição entre as técnicas de espectrometria de fluorescência de raios X por comprimento de onda (WDXRF) e de emissão óptica com fonte de arco voltaico (OES-spark) nas análises de acompanhamento de processo na produção de aços classe API. Usualmente, este tipo de análise requer menos de 40 segundos para completa caracterização química para ajuste nos parâmetros de processo de produção. As principais fontes de influência nas análises químicas foram avaliadas por planejamento de experimentos. Os elementos constituintes e traço como Al, Si, P, S, Ti, V, Cr, Mn, Co, Ni, Cu, As, Nb, Mo e Sn foram determinados utilizando as metodologias normalizadas pela ASTM E-322, E-415, E-1009 e E-1085. Os materiais de referência certificados 185A e 187A da CMI (Czech Metrology Institute) foram utilizados para avaliação dos métodos. As incertezas das medições de resultados e a validação com relação a repetitividade e reprodutibilidade das medições foram obtidas conforme os testes estatísticos, recomendados pela norma ISO/IEC 17025. A incerteza de medição para cada elemento é discutida para ambas as técnicas.

    Palavras-Chave: x-ray spectroscopy; x-ray emission analysis; fluorescence spectroscopy; optical properties; chemical analysis; materials testing; steels

    Icon

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.