INSTITUTO DE PESQUISAS ENERGÉTICAS E NUCLEARES
Repositório Digital da Produção Técnico Científica

Analysis of two-nucleon transfer reactions in the 20Ne+116Cd system at 306 MeV

Mostrar registro simples

dc.date 2020 pt_BR
dc.date.accessioned 2020-12-14T14:28:06Z
dc.date.available 2020-12-14T14:28:06Z
dc.identifier.issn 2469-9985 pt_BR
dc.identifier.uri http://200.136.52.105/handle/123456789/31655
dc.description.abstract Background: Heavy-ion induced two-nucleon transfer reactions are powerful tools to reveal peculiar aspects of the atomic nucleus, such as pairing correlations, single-particle and collective degrees of freedom, and more. Also, these processes are in competition with the direct meson exchange in the double charge exchange reactions, which have recently attracted great interest due to their possible connection to neutrinoless double-β decay. In this framework, the exploration of two-nucleon transfer reactions in the 20Ne+116Cd collision at energies above the Coulomb barrier is particularly relevant since the 116Cd nucleus is a candidate for the double-β decay. Purpose: We want to analyze selected transitions to low-lying 0+ and 2+ states of the residual nuclei in the 116Cd(20Ne, 22Ne)114Cd two-neutron pickup and 116Cd(20Ne, 18O)118Sn two-proton stripping reactions at 306 MeV incident energy and determine the role of the couplings with inelastic transitions. Methods: We measured the excitation energy spectra and absolute cross sections for the two reactions using the MAGNEX large acceptance magnetic spectrometer to detect the ejectiles. We performed direct coupled reaction channels and sequential distorted wave Born approximation calculations using the double folding São Paulo potential to model the initial and final state interactions. The spectroscopic amplitudes for two- and singleparticle transitions were derived by different nuclear structure approaches: microscopic large-scale shell model, interacting boson model-2 and quasiparticle random phase approximation. Results: The calculations are able to reproduce the experimental cross sections for both two-neutron and twoproton transfer reactions. The role of couplings with the inelastic channels are found to be important in the two-proton transfer case. A competition between the direct and the sequential process is found in the reaction mechanism. For the two-proton transfer case, the inclusion of the 1g7/2 and 2d5/2 orbitals in the model space is crucial. Conclusions: The approach presented here, combination of nuclear structure and reaction mechanism ingredients, is a very promising tool for the analysis of two-neutron and two-proton transfer reactions between heavy nuclei. pt_BR
dc.description.sponsorship Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia-Física Nuclear e Aplicações (INCT-FNA) pt_BR
dc.format.extent 044606-1 - 044606-14 pt_BR
dc.relation.ispartof Physical Review C pt_BR
dc.rights openAccess pt_BR
dc.subject two-nucleon transfer reactions
dc.subject rare gases
dc.subject multi-nucleon transfer reactions
dc.subject neon 20
dc.subject cadmium 116
dc.title Analysis of two-nucleon transfer reactions in the 20Ne+116Cd system at 306 MeV pt_BR
dc.type Artigo de periódico pt_BR
dc.identifier.fasciculo 4 pt_BR
dc.identifier.vol 102 pt_BR
ipen.identifier.ipendoc 27427 pt_BR
sigepi.autor.atividade MORALLES, M.:923:310:N pt_BR
dc.coverage I pt_BR
dc.creator.author CARBONE, D. pt_BR
dc.creator.author FERREIRA, J.L. pt_BR
dc.creator.author CALABRESE, S. pt_BR
dc.creator.author CAPPUZZELLO, F. pt_BR
dc.creator.author CAVALLARO, M. pt_BR
dc.creator.author HACISALIHOGLU, A. pt_BR
dc.creator.author LENSKE, H. pt_BR
dc.creator.author LUBIAN, J. pt_BR
dc.creator.author MAGAÑA VSEVOLODOVNA, R.I. pt_BR
dc.creator.author SANTOPINTO, E. pt_BR
dc.creator.author AGODI, C. pt_BR
dc.creator.author ACOSTA, L. pt_BR
dc.creator.author BONANNO, D. pt_BR
dc.creator.author BORELLO-LEWIN, T. pt_BR
dc.creator.author BOZTOSUN, I. pt_BR
dc.creator.author BRISCHETTO, G.A. pt_BR
dc.creator.author BURRELLO, S. pt_BR
dc.creator.author CALVO, D. pt_BR
dc.creator.author CHÁVEZ LOMELÍ, E.R. pt_BR
dc.creator.author CIRALDO, I. pt_BR
dc.creator.author COLONNA, M. pt_BR
dc.creator.author DELAUNAY, F. pt_BR
dc.creator.author DESHMUKH, N. pt_BR
dc.creator.author FINOCCHIARO, P. pt_BR
dc.creator.author FISICHELLA, M. pt_BR
dc.creator.author FOTI, A. pt_BR
dc.creator.author GALLO, G. pt_BR
dc.creator.author IAZZI, F. pt_BR
dc.creator.author LA FAUCI, L. pt_BR
dc.creator.author LANZALONE, G. pt_BR
dc.creator.author LINARES, R. pt_BR
dc.creator.author MEDINA, N.H. pt_BR
dc.creator.author MORALLES, M. pt_BR
dc.creator.author OLIVEIRA, J.R.B. pt_BR
dc.creator.author PAKOU, A. pt_BR
dc.creator.author PANDOLA, L. pt_BR
dc.creator.author PETRASCU, H. pt_BR
dc.creator.author PINNA, F. pt_BR
dc.creator.author REITO, S. pt_BR
dc.creator.author RUSSO, G. pt_BR
dc.creator.author SGOUROS, O. pt_BR
dc.creator.author SOLAKCI, S.O. pt_BR
dc.creator.author SOUKERAS, V. pt_BR
dc.creator.author SOULIOTIS, G. pt_BR
dc.creator.author SPATAFORA, A. pt_BR
dc.creator.author TORRESI, D. pt_BR
dc.creator.author TUDISCO, S. pt_BR
dc.creator.author YILDIRIN, A. pt_BR
dc.creator.author ZAGATTO, V.A.B. pt_BR
ipen.autor MORALLES, M. pt_BR
ipen.date.recebimento 20-12
ipen.identifier.fi 2.988 pt_BR
ipen.identifier.iwos WoS pt_BR
ipen.codigoautor 923 pt_BR
dc.description.sponsorshipID INCT-FNA: 464898/2014-5 pt_BR
dc.identifier.doi 10.1103/PhysRevC.102.044606 pt_BR
dc.identifier.percentilfi 76.316 pt_BR


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.

O Repositório Digital do IPEN é um equipamento institucional de acesso aberto, criado com o objetivo de reunir, preservar, disponibilizar e conferir maior visibilidade à Produção Científica publicada pelo Instituto, desde sua criação em 1956.

Operando, inicialmente como uma base de dados referencial o Repositório foi disponibilizado na atual plataforma, em junho de 2015. No Repositório está disponível o acesso ao conteúdo digital de artigos de periódicos, eventos, nacionais e internacionais, livros, capítulos, dissertações, teses e relatórios técnicos.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.