INSTITUTO DE PESQUISAS ENERGÉTICAS E NUCLEARES
Repositório Digital da Produção Técnico Científica

BibliotecaTerezine Arantes Ferraz

Information gain in environmental monitoring through bioindication and biomonitoring methods ("B & B technologies") and phytoremediation processes–with special reference to the Biological System of Chemical Elements (BSCE) under specific consideration of Lithium

Mostrar registro simples

dc.date 2020 pt_BR
dc.date.accessioned 2021-02-22T14:22:29Z
dc.date.available 2021-02-22T14:22:29Z
dc.identifier.issn 2574-0334 pt_BR
dc.identifier.uri http://repositorio.ipen.br/handle/123456789/31785
dc.description.abstract Different definitions for the concepts of information, information transfer, i.e. communication and its effect and efficiency of false, but also correct information, especially from the environmental sector, are given. "THE TEN ECOLOGICAL COMMANDMENTS" developed by Menke-Glückert at the end of the 1960s, the 9th commandment "Do not pollute information", in particular, is examined in more detail and understood practically as a currently unchanging law in our existing world societies. The "Ethics Consensus", derived from "THE TEN ECOLOGICAL COMMANDMENTS" and developed by Markert at the end of the 1990s, reflects both theoretical and practical levels of action that many people in our highly diverse world societies can support. From a scientific point of view, this article deals with the so-called B & B technologies, i.e. bioindication and biomonitoring of chemical elements, their chemical speciation as well as organic substances. B & B technologies, which deals with the biological detection of atmospheric deposition of chemical substances on a regional, national, and international level, are taken into account. From both an academic and a practical point of view, mosses have prevailed here in the last decades in addition to lichens. The use of mosses is a major focus of international air monitoring, especially in Europe. Furthermore, the phytoremediation of chemical substances in water, soil and air is described as a biological and sustainable biological process, which does not yet have the full scope as it is used in bioindication and biomonitoring, as shown in the example of mosses. However, the phytoremediation is considered to be an excellent tool to have the leading role in the sustainable pollutant "fight". In the future qualitative and quantitative approaches have been further developed to fit scientifically and practically B&B Technologies as well the different forms of phytotechnological approaches. Finally, the example of lithium, which is optionally derived from the Biological System of Chemical Elements (BSCE), becomes a chemical example that the administration of lithium to ALL mentally conditioned diseases such as manic depression to smoking cigarettes becomes one of the most valuable services for the recovery of human society on a global level. As a conclusion of these tremendous effects of lithium can be considered: pulled out, to make clear that only this chemical element beside a psychiatric care and the involvement of family members, friends, physicians, psychologists and psychiatrists. In addition, it is a must that there is a strong relationship between patient, psychiatrist(s) and strongly related persons to the patient. First an intensive information transfer via communication must be guaranteed. After it, psychological support by doctors and, only if it seems necessary Lithium is to be given in a patient specific dose. pt_BR
dc.format.extent 214-250 pt_BR
dc.relation.ispartof Bioactive Compounds in Health and Disease pt_BR
dc.rights openAccess pt_BR
dc.title Information gain in environmental monitoring through bioindication and biomonitoring methods ("B & B technologies") and phytoremediation processes–with special reference to the Biological System of Chemical Elements (BSCE) under specific consideration of Lithium pt_BR
dc.type Artigo de periódico pt_BR
dc.identifier.fasciculo 11 pt_BR
dc.identifier.vol 3 pt_BR
ipen.identifier.ipendoc 27556 pt_BR
sigepi.autor.atividade VASCONCELLOS, MARINA:978:320:N pt_BR
sigepi.autor.atividade SAIKI, MITIKO:1178:320:N pt_BR
sigepi.autor.atividade FIGUEIREDO, ANA M.:1091:320:N pt_BR
dc.coverage I pt_BR
dc.creator.author MARKERT, BERND pt_BR
dc.creator.author ABDALLAH, NAGLAA pt_BR
dc.creator.author AKSOY, AHMED pt_BR
dc.creator.author AMMARI, TAREK pt_BR
dc.creator.author ARIAS, ANDRES pt_BR
dc.creator.author AZAIZEH, HASSAN pt_BR
dc.creator.author BADRAN, ADNAN pt_BR
dc.creator.author BALTRĖNAITĖ, EDITA pt_BR
dc.creator.author BAYDOUN, ELIAS pt_BR
dc.creator.author BERNSTEIN, NIRIT pt_BR
dc.creator.author CANHA, NUNO pt_BR
dc.creator.author CHUDZINSKA, EWA pt_BR
dc.creator.author DELAKOWITZ, BERND pt_BR
dc.creator.author DIATTA, JEAN pt_BR
dc.creator.author DJINGOVA, RUMY pt_BR
dc.creator.author EL-SHEIK, OMER pt_BR
dc.creator.author FARGASOVA, AGATA pt_BR
dc.creator.author FIGUEIREDO, ANA M. pt_BR
dc.creator.author FRÄNZLE, STEFAN pt_BR
dc.creator.author FRONTESYEVA, MARINA pt_BR
dc.creator.author GHAFARI, ZAHRA pt_BR
dc.creator.author GOLAN, AVI pt_BR
dc.creator.author GORELOVA, SVETLANA pt_BR
dc.creator.author GREGER, MARIA pt_BR
dc.creator.author HARMENS, HARRY pt_BR
dc.creator.author HILLMAN, JOHN pt_BR
dc.creator.author HOODA, PETER pt_BR
dc.creator.author JAYASEKERA, RANJIT pt_BR
dc.creator.author KIDD, PETRA pt_BR
dc.creator.author KIM, EUN-SHIK pt_BR
dc.creator.author LOPPI, STEFANO pt_BR
dc.creator.author LAHIRI, SUSANTA pt_BR
dc.creator.author LIU, SHIRONG pt_BR
dc.creator.author LUX, ALEXANDER pt_BR
dc.creator.author MA, LENA pt_BR
dc.creator.author MARCOVECCHIO, JORGE pt_BR
dc.creator.author MEERS, ERIK pt_BR
dc.creator.author MENCH, MICHEL pt_BR
dc.creator.author MICHALKE, BERNHARD pt_BR
dc.creator.author MOWAFAQ, MOHAMMED pt_BR
dc.creator.author NAMIESNIK, JACEK pt_BR
dc.creator.author NRIAGU, JEROME pt_BR
dc.creator.author ÖZTÜRK, MUNIR pt_BR
dc.creator.author PACYNA, JOZEF pt_BR
dc.creator.author PEHKONEN, SIMO pt_BR
dc.creator.author RENELLA, GIANCARLO pt_BR
dc.creator.author RINKLEBE, JÖRG pt_BR
dc.creator.author ROBINSON, BRET pt_BR
dc.creator.author SAIKI, MITIKO pt_BR
dc.creator.author SZEFER, PIOTR pt_BR
dc.creator.author TABORS, GUNTIS pt_BR
dc.creator.author TACK, FILIPE pt_BR
dc.creator.author SUCHARA, IVAN pt_BR
dc.creator.author VANGRONSVELD, JACO pt_BR
dc.creator.author VASCONCELLOS, MARINA pt_BR
dc.creator.author WANG, MEIE pt_BR
dc.creator.author WACLAWEK, MARIA pt_BR
dc.creator.author WOLTERBEEK, BERT pt_BR
dc.creator.author WÜNSCHMANN, SIMONE pt_BR
dc.creator.author ZECHMEISTER, HARALD pt_BR
ipen.autor VASCONCELLOS, MARINA pt_BR
ipen.autor SAIKI, MITIKO pt_BR
ipen.autor FIGUEIREDO, ANA M. pt_BR
ipen.date.recebimento 21-02
ipen.identifier.fi Sem F.I. pt_BR
ipen.codigoautor 978 pt_BR
ipen.codigoautor 1178 pt_BR
ipen.codigoautor 1091 pt_BR
dc.identifier.doi 10.31989/bchd.v3i11.760 pt_BR
dc.identifier.orcid 0000-0001-8314-1551 pt_BR
dc.identifier.orcid 0000-0003-2197-3592 pt_BR
dc.identifier.orcid 0000-0001-6908-4669 pt_BR
dc.identifier.percentilfi Sem Percentil pt_BR


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.