Navegação Periódicos - Artigos por Autores IPEN "ICHIKAWA, R.U."

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 25090

    FALCAO, R.B. ; DAMMANN, EDGAR D.C.C. ; ROCHA, C.J. ; DURAZZO, M. ; ICHIKAWA, R.U. ; MARTINEZ, L.G. ; BOTTA, W.J.; LEAL NETO, R.M. . An alternative route to produce easily activated nanocrystalline TiFe powder. International Journal of Hydrogen Energy, v. 43, n. 33, p. 16107-16116, 2018. DOI: 10.1016/j.ijhydene.2018.07.027

    Abstract: In this paper, an alternative process route to produce active nanocrystalline TiFe compound was investigated. First, TiH2 and Fe powders were dry co-milled in a planetary ball mill for 5e40 h. TiH2 was selected as precursor powder, instead of Ti powder, due its fragility, which has proved to be beneficial to decrease powders adherence on milling tools. In terms of loose powder mass, milling yields ranged from 90 to 95 wt.%. Next, milled powders were post-heated at 873 K under dynamic high-vacuum for TiFe synthesis reaction. First hydrogen absorption was verified in situ during the cooling process of samples (until the room temperature), being the amount of hydrogen absorbed and desorbed by this samples measured by automated Sievert's apparatus, under constant hydrogen flow rate of 9 cm3. min-1 (dynamic measurements). Besides to allowing the first absorption in situ, the investigated process route also allowed the production of the non-stoichiometric TiFe compound (rich in Ti) in samples milled for shorter times (5 and 10 h), both characteristics associated with maintaining the mechanical compound activity. Each sample absorbed hydrogen at 2 MPa during the cooling process, requiring no additional thermal activation cycles, since the samples milled for shorter times (mainly for 10 h) could absorb hydrogen for the first time more easily. However, the samples milled for longer times (25 and 40 h) shown better results in terms of reversible and storage capacities (0.73 and 0.94 wt.%, respectively).

    Palavras-Chave: nanostructures; powders; titanium hydrides; iron compounds; hydrides; milling; hydrogen storage

    Icon

  • IPEN-DOC 27404

    MARANHAO, W.C.A. ; ICHIKAWA, R.U. ; TURRILLAS, X.; YOSHITO, W.K. ; SAEKI, M.J.; ORLANDO, M.T.D.; MARTINEZ, L.G. . Characterization of nanostructured Mn-Zn ferrites synthesized by coprecipitation method using CTAB. Materials Science Forum, v. 1012, p. 207-211, 2020. DOI: 10.4028/www.scientific.net/MSF.1012.207

    Abstract: In this work it was investigated the influence of CTAB surfactant concentration on the synthesis of the compound Mn0.75Zn0.25Fe2O4 by the coprecipitation method. It was also compared the influence of hydrothermal treatment on the synthesized materials. The magnetic properties were characterized by AC susceptometry for the determination of the magnetic susceptibility and magnetic density energy. The phases, crystal structure and morphology of the nanoferrites were determined by Rietveld analysis of X-ray diffraction data. It was found the presence of two phases: Franklinite and Akaganeite and it was shown that the samples synthesized only by coprecipitation presented the tendency to increasing the crystallite sizes of the akaganeite phase and decreasing of crystallite sizes of the Franklinite phase as a function of CTAB concentration. The samples submitted to subsequent hydrothermal treatment presented a tendency to decreasing the crystallite sizes of both phases and increasing in Franklinite phase fraction, compared to the samples synthesized only by coprecipitation, suggesting that the hydrothermal treatment was effective in obtaining nanostructured materials of smaller particles.

    Palavras-Chave: ferrites; manganese; zinc; nanostructures; manganese carbides; zinc oxides; coprecipitation; hydrothermal synthesis; x-ray diffraction; calculation methods

    Icon

  • IPEN-DOC 25103

    ICHIKAWA, R.U. ; LINHARES, H.S.M.D.; PERAL, I.; BALDOCHI, S.L. ; RANIERI, I.M. ; TURRILLAS, X.; MARTINEZ, L.G. . Evidence for a core–shell configuration in Tb-doped KY3F10 nanoparticles using synchrotron x-ray line profile and pair distribution function analyses. Materials Research Express, v. 5, n. 1, 2018. DOI: 10.1088/2053-1591/aaa0bc

    Abstract: The microstructure of Tb-doped KY3F10 nanoparticles synthesized by coprecipitation was analysed using x-ray synchrotron diffraction data. Size-strain analysis was performed by means of x-ray line profile (XLPA) methods such as Warren–Averbach and whole powder pattern modelling. Additionally, the structural coherence of the sample was accessed using pair distribution function analysis, supporting the XLPA results. The combination of all methods revealed that the nanoparticles exhibit a more ordered core and a less ordered surface comprising a core–shell configuration.

    Palavras-Chave: nanoparticles; terbium; doped materials; x-ray diffraction; pair production; pairing interactions; distribution functions; yttrium fluorides; configuration; shell models

    Icon

  • IPEN-DOC 25848

    ICHIKAWA, R.U. ; LINHARES, H.M.S.M.D.; SILVA, A.S.B. da ; TEIXEIRA, M.I. ; RANIERI, I.M. ; TURRILLAS, X.; MARTINEZ, L.G. . X-ray diffraction analysis of KY3F10 nanoparticles doped with Nd and preliminary studies for its use in high-dose radiation dosimetry. Brazilian Journal of Radiation Sciences, v. 7, n. 2A, p. 1-13, 2019. DOI: 10.15392/bjrs.v7i2A.586

    Abstract: In this work, the structure and microstructure of Nd:KY3F10 nanoparticles was probed using X-ray synchrotron diffraction analysis. Rietveld refinement was applied to obtain cell parameters, atomic positions and atomic dis-placement factors to be compared with the ones found in literature. X-ray line profile methods were applied to determine mean crystallite size and crystallite size distribution. Thermoluminescent (TL) emission curves were measured for different radiation doses, from 0.10 kGy up to 10.0 kGy. Dose-response curves were obtained by area integration beneath the peaks from TL. The reproducibility of the results in this work has shown that this material can be considered a good dosimetric material.

    Palavras-Chave: nanoparticles; x-ray diffraction; radiation doses; doped materials; thermoluminescence; neodymium; yttrium fluorides; critical size; dose-response relationships; dosimetry

    Icon

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.