Navegação Periódicos - Artigos por autor "VALANDRO, LUIZ F."

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 13077

    VALANDRO, LUIZ F.; OZCAN, MUTLU; BOTTINO, MARCO C.; BOTTINO, MARCO A.; SCOTTI, ROBERTO; BONA, ALVARO D.. Bond strengh of a resin cement to high-alumina and zirconia-reinforced ceramics : the effect of surface conditioning. Journal of Adhesive Dentistry, v. 8, n. 3, p. 175-181, 2006.

    Palavras-Chave: bonding; ceramics; dentistry; aluminium oxides; zirconia; reinforced materials; surface treatments; silica; surface coating; tensile properties

    Icon

  • IPEN-DOC 23165

    FEITOSA, SABRINA A.; LIMA, NELSON B. ; YOSHITO, WALTER K. ; CAMPOS, FERNANDA; BOTTINO, MARCO A.; VALANDRO, LUIZ F.; BOTTINO, MARCO C.. Bonding strategies to full-contour zirconia: Zirconia pretreatment with piranha solution, glaze and airborne-particle abrasion. International Journal of Adhesion and Adhesives, v. 77, p. 151-156, 2017. DOI: 10.1016/j.ijadhadh.2017.05.007

    Abstract: This study aimed to evaluate the effect of various zirconia surface pretreatments on the adhesion between full contour 3Y-TZP zirconia and glaze, and the shear bond strength (SBS) between glazed/3Y-TZP and resin cement. Specimens were allocated into groups: GL-glaze; AL+GL-sandblasting with Al2O3+GL; CJ+GL-tribochemical silica coating (Cojet (R)/CJ) + GL; PS+GL-piranha solution+GL; and CJ. Adhesion between 3Y-TZP and GL was evaluated using the scratch test. Surface topography and glaze thickness were evaluated by using a scanning electron microscope (SEM). For SBS, glazed/3Y-TZP surface was etched with hydrofluoric acid and a silane was applied. For CJ only the silane was applied. Samples were tested after 24 h (24 h wet) or after 15,000 thermal cycles and 90 days storage (thermocycled). After SBS, the type of failure was classified as: adhesive, mixed or cohesive. The data were analyzed using two-way ANOVA and Tukey's test. SEM analysis after scratch test revealed circular cracks in the GL group and conformal cracks in the others groups. SEM micrographs suggested that zirconia specimens submitted to airborne-particle abrasion presents rougher and porous surface when compared to surfaces treated with GL and PS. The glaze layer was approximately 1.86 mu m thick in all groups. After 24 h, SBS test showed highest values for AL + GL and CJ + GL and were significantly higher when compared to the GL group. Differences were not significant between PS + GL and the other groups. After aging (thermo-cycling + storage), groups GL and CJ presented no statistically significant difference compared to 24 h and aged AL+GL, CJ+GL and PS + GL groups. The predominant type of failure was mixed. 3Y-TZP surface treatment with glaze application could be considered as an alternative treatment, since it yielded a similar resin bond strength without the need for airborne-particle abrasion.

    Icon

  • IPEN-DOC 25092

    FEITOSA, SABRINA A.; CAMPOS, FERNANDA; YOSHITO, WALTER K. ; LAZAR, DOLORES R.R. ; USSUI, VALTER ; VALANDRO, LUIZ F.; BOTTINO, MARCO A.; BOTTINO, MARCO C.. Effect of the bonding strategy on the tensile retention of full-contour zirconia crowns. International Journal of Adhesion and Adhesives, v. 85, p. 106-112, 2018. DOI: 10.1016/j.ijadhadh.2018.06.006

    Abstract: This study evaluated the effect of distinct bonding strategies on the retention of full-contour zirconia ceramic (YTZP, FCZ) crowns, and it characterized some physicochemical and mechanical properties of FCZ ceramic and its corresponding glazing system. To evaluate retention strength, dies were made with a dentin-analogue material to simulate a prepared tooth. FCZ crowns were manufactured using CAD-CAM technology and allocated into groups according to the bonding strategy: no ceramic treatment (PF – Panavia F cementation), glaze (GL), tribochemical silica coating (CJ), CJ + GL, and piranha solution followed by glaze (PS + GL). The specimens were subjected to thermocycling and storage in distilled water for 100 days before the retention tests. FCZ presented a porosity volume fraction of 0.2%, an apparent density of 6.06 g/cm3, Vickers hardness of 12.4±0.07 GPa, and fracture toughness of 5.54±0.24 MPam1/2. SEM revealed a homogeneous microstructure composed of submicron-sized grains. XRD identified mainly zirconia's tetragonal phase. Glaze powder morphology was observed to be irregular, with a nanometric particle size, and a diffraction pattern characteristic of an amorphous material with several peaks of leucite. The PF and GL groups had higher retention values. The majority of the groups presented pre-test bonding failures, and two catastrophic failures of the FCZ-crown (GL and PF groups) were noted. The use of an MDP-containing resin cement or glaze application might improve retention of the FCZ crowns.

    Icon

  • IPEN-DOC 12823

    BOTTINO, MARCO C.; OZCAN, MUTLU; COELHO, PAULO G.; VALANDRO, LUIZ F.; BRESSIANI, JOSE C. ; BRESSIANI, ANA H.A. . Micro-morphological changes prior to adhesive bonding: high-alumina and glassy-matrix ceramics. Brazilian Oral Research, v. 22, n. 2, p. 158-163, 2008.

    Palavras-Chave: teeth; ceramics; adhesives; bonding; morphological changes; abrasion; hydrofluoric acid; etching

    Icon

  • IPEN-DOC 11685

    BOTTINO, MARCO C.; VALANDRO, LUIZ F.; KANTORSKI, CARLA Z.; BRESSIANI, JOSE C. ; BOTTINO, MARCO A.. Polishing methods of an alumina-reinforced feldspar ceramic. Brazilian Dental Journal, v. 17, n. 4, p. p. 285-289, 2006.

    Palavras-Chave: aluminium oxides; reinforced materials; feldspars; surface properties; roughness; polishing; surface finishing

    Icon

  • IPEN-DOC 13138

    LAZAR, DOLORES R.R. ; BOTTINO, MARCO C.; OZCAN, MUTLU; VALANDRO, LUIZ F.; AMARAL, REGINA; USSUI, VALTER ; BRESSIANI, ANA H.A. . Y-TZP ceramic processing from coprecipitated powders: A comparative study with three commercial dental ceramics. Dental Materials, v. 24, p. 1676-1685, 2008.

    Palavras-Chave: aluminium oxides; teeth; ceramics; fracture properties; zirconium oxides; comparative evaluations

    Icon

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.