INSTITUTO DE PESQUISAS ENERGÉTICAS E NUCLEARES
Repositório Digital da Produção Técnico Científica

Navegação Periódicos - Resumos por Agências de fomento "Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)"

Navegação Periódicos - Resumos por Agências de fomento "Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)"

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 29204

    SARDO, A.V.N. ; CORRÊA, L. ; PRADO, F.C.R.; FIGUEIREDO, A.; ANDRADE, M.F. ; ZEZELL, D.M. . Avaliação da área epitelial marcada com CK 10 e CK 14 após fotobiomodulação em mucosite oral induzida por radiação gama. Brazilian Oral Research, v. 36, suppl 1, p. 143-143, 2022.

    Abstract: A mucosite oral (MO) decorre de tratamento quimoterápico e/ou radioterapico em cabeça e pescoço, podendo gerar úlceras que predispõem o paciente a quadros infecciosos e álgicos. A fotobiomodulação (PBM) com laser de baixa intensidade vem sendo destaque nos últimos anos, com bons resultados clínicos. Poucos trabalhos descrevem a ação da PBM na MO em relação ao amadurecimento epitelial. As citoqueratinas 10 e 14 (CK10 e CK14) são exemplos de proteínas que podem auxiliar este raciocínio, sendo a CK 10 característica de queratinócitos com maior grau de diferenciação e a CK14 de queratinócitos em camadas menos diferenciadas. Este trabalho avaliou a extensão da área epitelial marcada por meio de imunohistoquímica, positiva para CK10 e CK14, em MO radioinduzida em língua de ratos e tratada por PBM com laser 660 nm e 789 nm, comparados com grupo não tratado. As amostras foram coletadas nos dias 8 e 20 após a sessão de irradiação. A área expressando CK10 foi estatisticamente maior no grupo tratado com laser vermelho no vigésimo dia do experimento em relação aos demais grupos. Para a CK 14, não houve diferença estatística na quantidade de área marcada, mas sim na distribuição da marcação desta proteína pelo epitélio, que nos grupos tratados com PBM encontrava-se restrita a camada basal e no grupo controle encontrava-se também marcada em camadas mais superiores do epitélio. Conclui-se que a PBM no tratamento de MO com laser 660 nm aumentou a marcação de CK10 e, para ambos os comprimentos de onda, restringiu a marcação da CK14 a extratos basais de epitélio, como é esperado em epitélios normais.

  • IPEN-DOC 29090

    SELLERA, FABIO P.; SABINO, CAETANO P.; NUNEZ, SILVIA C.; RIBEIRO, MARTHA S. . Clinical acceptance of antimicrobial photodynamic therapy in the age of WHO global priority pathogens: so what we need to move forward?. Photodiagnosis and Photodynamic Therapy, v. 40, p. 1-3, 2022. DOI: 10.1016/j.pdpdt.2022.103158

  • IPEN-DOC 28612

    SEPULVEDA, ANDERSON F.; FRANCO, MARGARETH ; YOKAICHIYA, FABIANO; ARAUJO, DANIELE de. POLYana: a new software for rheological study of polymeric colloidal materials. Biophysical Reviews, v. 13, n. 6, p. 1464-1465, 2021. DOI: 10.1007/s12551-021-00845-2

    Abstract: INTRODUCTION POLYAna is a new executable software developed by SISLIBIO group for rheological analysis of hydrogel and organogel systems and other colloidal materials (nanoparticles and micelles). The software development aims to facilitate the analysis of rheology data associated to both temperature- and frequency-dependent analysis, viscosity and curve flow profiles. OBJECTIVES The software development aims to facilitate the analysis of rheology data associated to both temperature- and frequency-dependent analysis, viscosity and curve flow profiles. MATERIALS AND METHODS From raw data, several models are applied like power-law model for frequency response and curve flow, Boltzmann law to calculate gelation temperature and viscosity response under temperature,Maxwell model to study interchain relationships in addition to other models such as Bingham model, Cross model, and Herschel-Bulkley are also available. POLYana outputs calculates rheological parameters like consistency, adhesion, hysteresis, flow index, G’/G” ratio. DISCUSSION AND RESULTS To validate results obtained from POLYana, same data were analyzed by applying other programs and same mathematical models. In this sense, rheological analysis of Poloxamer 407 in water solution (15 %) were performed: from temperature-dependent G’ and G” analysis were obtained gelation temperature of 45.46 ± 0.02 °C, η_0 = 0.08 ± 0.03 mPa*s, η_max = (32.44 ± 0.17) mPa*s and dη/dT = (1.27 ± 0.02) mPa*s/°C by fitting Boltzmann law (R2 = 0.998), which are similar to results obtained by others softwares and found in literature. From temperature-dependent G’ and G” analysis, it gets adhesion value of (1647.15 ± 18.01) mPa*sn calculated from power-law model (R2 = 0.869), also similar to PRISM results. CONCLUSION Also, other Poloxamer concentrations and hydrogels types have been evaluated, showing close numbers to that previously reported. In order to stablish structural relationships, one of POLYana tools is also to analyze small-angle neutron scattering (SANS) and develop Monte Carlo simulation for SANS and rheological analysis, simultaneously.

  • IPEN-DOC 27992

    RABELO, THAIS F. ; ZAMATARO, CLAUDIA B. ; ZANINI, NATHALIA ; JUVINO, AMANDA C. ; KUCHAR, NIELSEN G. ; CASTRO, PEDRO A.A. ; ZEZELL, DENISE M. . Removal of laminates with Er,Cr:YSGG laser from dental enamel submitted to gamma radiation. Photobiomodulation, Photomedicine, and Laser Surgery, v. 37, n. 10, p. A21-A21, 2019. DOI: 10.1089/photob.2019.29013.abstracts

    Abstract: Background: Modern Dentistry is characterized by the search for aesthetic perfection in the smile. Many efforts are made regarding procedures related to manufacturing, cementing, maintenance and removal of ceramic laminates. The laser removal of laminates has become more frequent when the aesthetical procedures needs to be replaced. On the other hand, the head and neck cancer treatment causes comorbidities in the buccal environment when laminates are in place. Objective: To evaluate in vitro the removal of ceramic fragments by means of Er,Cr:YSGG laser irradiation, after gamma radiation. Methods: 20 Lithium disilicate veneers were cemented with Variolink to human dental enamel and then samples were irradiated with 0.07 kGy. After gamma irradiation, the laminates removal with Er,Cr:YSGG laser was performed. The control group was not subjected to gamma radiation. Dental enamel samples were analyzed by Scanning Electron Microscopy (SEM), Fourier Transformed Infrared Spectroscopy (FTIR) and Surface Microhardness Loss (SMH). Results: SEM has shown that less cement was found after removal of the facets in gamma irradiated group when compared to the control. For both groups there was alteration of the SMH possibly due to the use of the adhesive system. When performed intra group analysis, the sample being its own control of baseline in the FTIR analysis, there were no band shifts or formation of new compounds on the surface of human dental enamel. Conclusions: The Er,Cr:YSGG laser is an effective alternative for laminates removal in human dental enamel even when it is subjected to gamma radiation.

  • IPEN-DOC 29207

    VARDASCA, I.S. ; REGIS, M.A. ; ZEZELL, D.M. ; FRANCCI, C. . O uso de fontes de luz em protocolos clareadores: alteração de cor, temperatura, transmitância e irradiância: estudo in vitro. Brazilian Oral Research, v. 36, suppl 1, p. 306-306, 2022.

    Abstract: O objetivo do presente estudo foi avaliar as alterações de cor superficial, temperatura, transmitância e irradiância de diferentes fontes de luz em alguns protocolos de clareamento em consultório com peróxido de hidrogênio (PH) de baixa concentração. 90 blocos de esmalte/dentina humanos foram pigmentados e separados em 9 grupos(n=10): SG-SL (sem gel-sem luz), SG-VIO (sem gel, com exposição ao LED violeta), PH35%-SL (sem luz), PH17,5%-SL, PH6%-SL, PH17,5%-AZUL (com exposição ao LED azul), PH6%-AZUL, PH%17,5-VIO (exposição ao LED violeta) e PH6%-VIO. A avaliação da cor foi realizada 7, 14 e 21 dias após o início e 14 dias após o término do protocolo de clareamento com espectrofotômetro, com os valores L*a*b* de reflectância, através do whiteness index (ΔWID ). A análise da temperatura foi realizada com um termopar, a transmitância das luzes com uma esfera integradora e a irradiância das luzes com um powermeter. ANOVA com post-hoc Tukey para as análises de alteração de cor, temperatura e transmitância. O teste de Mann-Whitney foi utilizado para a irradiância. Como resultado, os grupos PH17,5 apresentaram (ΔWID ) similar ao PH35%, independente das fontes de luz. Todos os protocolos irradiados com fontes de luz apresentaram alteração de temperatura maior de 5,5ºC, exceto SG-VIO. A transmitância foi maior no LED azul e no PH17,5%, e a irradiância foi maior no LED azul. Conclui-se que o uso de fontes de luz associadas a géis clareadores de menor concentração não melhoram o resultado estético, porém há um aumento considerável da temperatura, maior no LED Azul que no violeta.

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.

O Repositório Digital do IPEN é um equipamento institucional de acesso aberto, criado com o objetivo de reunir, preservar, disponibilizar e conferir maior visibilidade à Produção Científica publicada pelo Instituto, desde sua criação em 1956.

Operando, inicialmente como uma base de dados referencial o Repositório foi disponibilizado na atual plataforma, em junho de 2015. No Repositório está disponível o acesso ao conteúdo digital de artigos de periódicos, eventos, nacionais e internacionais, livros, capítulos, dissertações, teses e relatórios técnicos.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.