Navegação Eventos - Artigos por autor "10067"

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 26168

    BOIANI, NATHALIA F. ; VILLARDI, BRUNO D.Q.; GARCIA, VANESSA S.G. ; BORRELY, SUELI I. . Electron beam irradiation of combined pharmaceuticals: propranonol and fluoxetine and related ecotoxicity. In: INTERNATIONAL NUCLEAR ATLANTIC CONFERENCE, October 21-25, 2019, Santos, SP. Proceedings... Rio de Janeiro: Associação Brasileira de Energia Nuclear, 2019. p. 641-649.

    Abstract: There are serious evidences that justify the search for treatment technologies or processes combination for the improvement of decomposition for dozens of pharmaceuticals in wastewaters. Electron beam irradiation may play an important role in this scenario and relatively low doses have been reported for such purposes. The aim of the present study was to evaluate the toxic response of the crustacean Daphnia similis exposed to individual and combined pharmaceuticals. Several experimental trials of an acute immobilization test were performed with a mixture of pharmaceuticals composed of fluoxetine hydrochloride (Prozac®), and propranolol. Single pharmaceuticals were first tested separately. Toxicity of binary mixture was then assessed using five concentrations and 5 percentages of each substance in the mixture (0, 25, 50, 75, and 100%). Acute EC50% values ranged from 5.0 to 7.4 for fluoxetine and from 11.3 to 13.7 for propranolol. In mixture, values ranged from 6.4 to 9.8. Fluoxetine was more toxic for D.similis than propranolol. The different pharmaceuticals concentrations employed in a mixture showed no difference in toxicity values. When electron beam irradiation was applied, approximately 80% of acute effects were reduced at 5 kGy, and the mixture containing a higher percentage of fluoxetine, also showed a greater reduction of toxicity.

    Palavras-Chave: aqueous solutions; drugs; ecological concentration; electron beams; environmental effects; environmental protection; irradiation; toxicity; waste water

    Icon

  • IPEN-DOC 26176

    MELO, CAMILA G.; ROSA, JORGE M. ; GARCIA, VANESSA S.G. ; BORRELY, SUELI I. ; PEREIRA, MARIA da C.C. . Toxicity and color reduction of reactive dyestuff RB21 and surfactant submitted to electron beam irradiation. In: INTERNATIONAL NUCLEAR ATLANTIC CONFERENCE, October 21-25, 2019, Santos, SP. Proceedings... Rio de Janeiro: Associação Brasileira de Energia Nuclear, 2019. p. 743-750.

    Abstract: There is an unwelcome reaction between the coloring and the water during the dyeing procedure, a portion of the coloring agent is lost in the bathing and it will compose the final whole effluent. The high absorbance index is related to lost dyes and they also contribute with the toxic effects to the aquatic biota. In addition, these effluents contain large quantity of surfactants applied during dyeing baths, which also contribute to the high toxicity in these samples. The objective of this study was to evaluate electron beam irradiation technology, applied in samples of the Color Index Reactive Blue 21 (RB21) dye and in samples of surfactant nonionic and in order to reduce toxicity for both and for RB21, color reduction. Among the objectives of the study there are the dye exhaustion degree, and some physic-chemical parameters. The acute toxicity assays were carried with Daphnia similis microcrustacean and the results for of dyestuff solution were: the irradiated samples with concentration of 0.61g.L-1 did not present significant results, the EC 50(%) value was to 58.26 for irradiated sample with 2.5kGy and EC 50(%) 63.59 for sample irradiated with 5kGy. The surfactant was more toxic than RB 21, with EC 50(%) value at 0.42. The color reduction reached 63.30% for the sample of the lowest concentration of effluent. There was a reduction of pH during irradiation.

    Palavras-Chave: color; dyes; electron beams; irradiation; liquid wastes; ph value; reduction; surfactants; toxicity; water

    Icon

  • IPEN-DOC 26175

    GARCIA, VANESSA S.G. ; BOIANI, NATHALIA F. ; ROSA, JORGE M ; BORRELY, SUELI I. . Toxicity of textile effluents treated by electron beam technology. In: INTERNATIONAL NUCLEAR ATLANTIC CONFERENCE, October 21-25, 2019, Santos, SP. Proceedings... Rio de Janeiro: Associação Brasileira de Energia Nuclear, 2019. p. 735-742.

    Abstract: The textile industry uses expressive amount of water during the production and generate effluents that contain residuals of dyes, surfactants, peroxides, acids and salts, and toxicity. In addition, the textile effluents are commonly colored, because the dyes used in fibers dyeing usually have low fixation and high solubility. Many of the mentioned products are not easily removed, requiring additional treatment steps. Advanced Oxidative Processes, such as electron beam irradiantion (EBI), can be a good alternative to reduction of organic pollutants from effluents. Therefore, studies on these contaminants in aquatic environment are important for assessing their impacts on ecosystems and water quality. The objective of this study was to evaluate the toxicity of textile effluents treated with EBI. The doses of 2.5 kGy and 5.0 kGy were used. The toxicity assays were performed with Daphnia similis organisms, exposed to samples during 48 hours, and the results expressed by EC50 (median effective concentration). For the textile effluent, EC 50% values ranged from: 2.95 ±0.13 (raw effluent) until 20.90 ±1.48 (irradiated effluent, at 5kGy). The EBI treatment was effective for toxicity reduction, with efficiency higher than 60% (2.5 kGy) and 80% (5.0 kGy). The study of organic and inorganic contaminants, presents in these effluents, demonstred EC 50 values below 5%. These results demonstrate high toxicity of contaminants from textile effluents for aquatic organisms (D. similis, cladocera). Similar data was observed for the raw effluent. These values are relevant for thinking radiation as a possible technology for such a type of effluent.

    Palavras-Chave: chemical effluents; decontamination; electron beams; environment; industrial wastes; irradiation; liquid wastes; pollutants; textile industry; textiles; toxicity; water quality

    Icon

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.