Navegação Eventos - Artigos por Autores IPEN "YOSHIMURA, TANIA M."

Classificar por: Ordenar: Resultados:

  • IPEN-DOC 23888

    SOUSA, MARCELO V.P.; PRATES, RENATO ; KATO, ILKA T. ; SABINO, CAETANO P. ; YOSHIMURA, TANIA M. ; SUZUKI, LUIS C. ; MAGALHAES, ANA C.; YOSHIMURA, ELISABETH M.; RIBEIRO, MARTHA S. . Inhomogeneity in optical properties of rat brain: a study for LLLT dosimetry. In: HAMBLIN, MICHAEL R. (Ed.); ARANY, PRAVEEN R. (Ed.); CARROLL, JAMES D. (Ed.) MECHANISMS FOR LOW-LIGHT THERAPY, 8th, February 02, 2013, San Francisco, CA, USA. Proceedings... Bellingham, WA, USA: International Society for Optics and Photonics, 2013. p. 856905-1 - 856905-6. (SPIE Proceedings Series, 8569). DOI: 10.1117/12.2002836

    Abstract: Over the last few years, low-level light therapy (LLLT) has shown an incredible suitability for a wide range of applications for central nervous system (CNS) related diseases. In this therapeutic modality light dosimetry is extremely critical so the study of light propagation through the CNS organs is of great importance. To better understand how light intensity is delivered to the most relevant neural sites we evaluated optical transmission through slices of rat brain point by point. We experimented red (λ = 660 nm) and near infrared (λ = 808 nm) diode laser light analyzing the light penetration and distribution in the whole brain. A fresh Wistar rat (Rattus novergicus) brain was cut in sagittal slices and illuminated with a broad light beam. A high-resolution digital camera was employed to acquire data of transmitted light. Spatial profiles of the light transmitted through the sample were obtained from the images. Peaks and valleys in the profiles show sites where light was less or more attenuated. The peak intensities provide information about total attenuation and the peak widths are correlated to the scattering coefficient at that individual portion of the sample. The outcomes of this study provide remarkable information for LLLT dose-dependent studies involving CNS and highlight the importance of LLLT dosimetry in CNS organs for large range of applications in animal and human diseases.

    Icon

  • IPEN-DOC 25942

    FAROOQ, SAJID; CORREIA, THAMARA T. da S.; YOSHIMURA, TANIA M. ; PEREIRA, SAULO de T. ; RIBEIRO, MARTHA S. ; ARAUJO, RENATO E.. Methylene blue-mediated photoinactivation of Staphylococcus aureus assisted by gold nanoshells. In: COSTA-FELIX, RODRIGO (Ed.); MACHADO, JOÃO C. (Ed.); ALVARENGA, ANDRÉ V. (Ed.) BRAZILIAN CONGRESS ON BIOMEDICAL ENGINEERING, 26th, October 21-25, 2018, Armação de Buzios, RJ. Proceedings... Singapore: Springer Nature Singapore, 2019. p. 841-845. (IFMBE Proceedings, volume 70/2). DOI: 10.1007/978-981-13-2517-5_130

    Abstract: Gold nanoshells (silica core/gold shell) have fascinating optical extinction spectrum within visible to near infrared range. In this work, we investigate the optical properties of Au nanoshells and evaluate the feasibility of their use on photodynamic therapy. Three dimensional finite element simulation and experimental analyses were explored on the assessment of the localized surface plasmon resonance spectrum and spatial distribution of the electromagnetic field enhancement near metallic nanoshells. In addition, the interaction of Au nanoshells with methylene blue (MB) photosensitizer was appraised, and 3.2—fold metal enhanced single oxygen generation was observed. Lastly, we investigate the effects of MB-mediated photoinactivation on Staphylococcus aureus assisted by gold nanoshells. The use of nanoshells on the photoinactivation procedure reduced 3 the required illumination time for total eradication of bacterial cells. Our results indicate that Au nanoshells are promising candidates to enhance the photodynamic effect on bacterial cells.

    Palavras-Chave: methylene blue; nanomaterials; optical properties; staphylococcus; inactivation; shells; bacteria

    Icon

  • IPEN-DOC 22984

    PRETTO, LUCAS R. de ; YOSHIMURA, TANIA M. ; RIBEIRO, MARTHA S. ; FREITAS, ANDERSON Z. de . Optical Coherence Tomography for blood glucose monitoring through signal attenuation. In: IZATT, JOSEPH A. (Ed.); FUJIMOTO, JAMES G. (Ed.); TUCHIN, VALERY V. (Ed.) OPTICAL COHERENCE TOMOGRAPHY AND COHERENCE DOMAIN OPTICAL METHODS IN BIOMEDICINE, 20th, February 13, 2016, San Francisco, California, USA. Proceedings... Bellingham, Washington USA: Society of Photo-optical Instrumentation Engineers, 2016. p. 96973F-1 - 96973F-9. (SPIE Proceedings Series, 9697).

    Abstract: Development of non-invasive techniques for glucose monitoring is crucial to improve glucose control and treatment adherence in patients with diabetes. Hereafter, Optical Coherence Tomography (OCT) may offer a good alternative for portable glucometers, since it uses light to probe samples. Changes in the object of interest can alter the intensity of light returning from the sample and, through it, one can estimate the sample's attenuation coefficient (μt) of light. In this work, we aimed to explore the behavior of μt of mouse’s blood under increasing glucose concentrations. Different samples were prepared in four glucose concentrations using a mixture of heparinized blood, phosphate buffer saline and glucose. Blood glucose concentrations were measured with a blood glucometer, for reference. We have also prepared other samples diluting the blood in isotonic saline solution to check the effect of a higher multiple-scattering component on the ability of the technique to differentiate glucose levels based on μt. The OCT system used was a commercial Spectral Radar OCT with 930 nm central wavelength and spectral bandwidth (FWHM) of 100 nm. The system proved to be sensitive for all blood glucose concentrations tested, with good correlations with the obtained attenuation coefficients. A linear tendency was observed, with an increase in attenuation with higher values of glucose. Statistical difference was observed between all groups (p<0.001). This work opens the possibility towards a non-invasive diagnostic modality using OCT for glycemic control, which eliminates the use of analytes and/or test strips, as in the case with commercially available glucometers.

    Palavras-Chave: tomography; optical systems; coherence length; attenuation; in vitro; diabetes mellitus; hyperglycemia; blood; glucose; monitoring

    Icon

  • IPEN-DOC 20751

    YOSHIMURA, TANIA M. ; KATO, ILKA T. ; DEANA, ALESSANDRO M.; RIBEIRO, MARTHA S. . Treating metabolic sundrome's metaflammation with low level light therapy: preliminary results. In: HAMBLIN, MICHAEL R. (Ed.); CARROLL, JAMES D. (Ed.); ARANY, PRAVEEN (Ed.) MECHANISMS FOR LOW-LIGHT THERAPY, 9th, February 1, 2014, San Francisco, California, United States. Proceedings... Society of Photho-optical Instrumentation Engineers, 2014. p. 89320J-1 - 89320J-9. (SPIE Proceedings Series, 8932).

    Palavras-Chave: diabetes mellitus; cholesterol; triglycerides; metabolic diseases; therapy

    Icon

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.