INSTITUTO DE PESQUISAS ENERGÉTICAS E NUCLEARES
Repositório Digital da Produção Técnico Científica

BibliotecaTerezine Arantes Ferraz

Mudanças na fluorescência da dentina promovidas pelo laser de Er,Cr:YSGG e desafio cariogênico

Mostrar registro simples

dc.contributor.editor VIEIRA NETO, HUGO pt_BR
dc.contributor.editor SOARES, ALCIMAR B. pt_BR
dc.contributor.editor FÉLIX, RODRIGO P.B. da C. pt_BR
dc.date.accessioned 2020-06-15T19:09:45Z
dc.date.available 2020-06-15T19:09:45Z
dc.identifier.uri http://repositorio.ipen.br/handle/123456789/31299
dc.description.abstract Introdução: Diante da alta prevalência de lesões de cárie radicular, observada principalmente entre a população idosa, e a rápida progressão destas lesões [1], o que pode ocasionar a perda do elemento dental, faz-se necessária a adoção de métodos preventivos e de diagnóstico precoce efetivos, de forma que a progressão destas lesões seja monitorada e devidamente evitada. Neste aspecto, métodos ópticos baseados em lasers e LEDs tem se mostrado bastante promissores, pois possibilitam a modificação química dos tecidos duros dentais, tornando-os menos susceptíveis à perda mineral [2], assim como permitem o monitoramento das lesões incipientes de cárie de forma não invasiva, em tempo real e sem o uso de radiação ionizante [3]. Assim, o presente trabalho objetiva avaliar e monitorar os efeitos do laser de Er,Cr:YSGG na prevenção do surgimento de lesões de cárie na dentina por meio de um sistema de imageamento por fluorescência. Material e Método: 75 blocos de dentina radicular bovina foram aleatoriamente distribuídos em 5 grupos experimentais com 15 amostras cada: sem tratamento (controle negativo); com aplicação tópica de flúor fosfato acidulado - FFA (controle positivo); irradiadas com laser de Er,Cr:YSGG ( = 2,78 μm, 6 J/cm2, 20 Hz, 12,5 mJ/pulso, 0,25 W); irradiadas e seguida da aplicação de FFA e, por fim, com aplicação de FFA seguida da irradiação laser. Tais amostras foram submetidas a uuma ciclagem de pH por 8 dias, visando-se criar uma lesão incipiente de cárie. As amostras foram avaliadas por um sistema de imagens de fluorescência (SIF), baseado em uma roda mecânica com filtros ópticos banda-larga ( de corte = 450 nm), e outros com  = 500, 550 e 600 nm, uma câmera CCD científica, uma lente objetiva e um sistema de iluminação composto por LEDs ( = 405±30 nm) controlados por computador. Em todas as medidas, uma amostra de cerâmica foi mantida como amostra de referência, sendo posicionada lateralmente, em posição padronizada, à. A análise da intensidade de fluorescência de cada amostra foi obtido empregando-se o componente G do sistema RGB, empregando-se rotina desenvolvida em MatLab. O valor da intensidade de fluorescência de cada amostra foi calculado empregando-se um índice, obtido pela subtração entre o valor da amostra teste e da referência. Os dados foram analisados estatisticamente, considerando nível de significância estatística de 5%. Resultados: Quando empregados os filtros de  = 500, 550 e 600 nm, observou-se redução da intensidade de fluorescência do grupo que recebeu apenas a irradiação com laser de Er,Cr:YSGG em relação aos grupos controle positivo e negativo, sendo esta redução estatisticamente significativa (p = 0,04) quando observada com filtro de 600 nm. Observou-se aumento significativo (p = 0,03) da intensidade de fluorescência nos grupos com associação de tratamentos, sendo o grupo irradiado com posterior aplicação de FFA o que apresentou maior intensidade. Não se observou diferença estatisticamente significativa entre os grupos experimentais quando avaliados utilizando-se o filtro banda larga (p > 0,05). Conclusões: Os resultados obtidos corroboram a hipótese de que a irradiação da dentina radicular com laser de Er,Cr:YSGG pode promover mudanças na composição química da dentina, assim como na sua rugosidade por meio de micro-ablações, o que modifica a fluorescência do tecido irradiado. Ainda assim, considerando o comprimento de onda dos filtros utilizados, observa-se que a diminuição da fluorescência pode ser decorrente do aumento da perda mineral do tecido. Desta forma, de acordo com os resultados obtidos, pode-se concluir que a associação dos tratamentos (laser e FFA) parece ser a alternativa mais promissora para prevenção da desmineralização da dentina, e que o sistema de imagens de fluorescência, com os filtros empregados, trata-se de um método eficiente para avaliação da eficiência dos tratamentos propostos no surgimento das lesões de cárie radicular. pt_BR
dc.format.extent 2338-2338 pt_BR
dc.publisher Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica pt_BR
dc.rights openAccess pt_BR
dc.title Mudanças na fluorescência da dentina promovidas pelo laser de Er,Cr:YSGG e desafio cariogênico pt_BR
dc.type Resumo de eventos científicos pt_BR
dc.contributor.organizador VIEIRA NETO, HUGO pt_BR
dc.contributor.organizador MAIA, JOAQUIM M. pt_BR
dc.contributor.organizador PICHORIM, SÉRGIO F. pt_BR
dc.contributor.organizador GAMBA, HUMBERTO R. pt_BR
dc.contributor.organizador COSTA, EDUARDO T. pt_BR
dc.event.sigla CBEB pt_BR
ipen.identifier.ipendoc 27077 pt_BR
sigepi.autor.atividade ZEZELL, D.M.:693:920:N pt_BR
dc.coverage N pt_BR
dc.creator.author YOSHIKAWA, H.Y. pt_BR
dc.creator.author FERREIRA, E.S. pt_BR
dc.creator.author ZEZELL, D.M. pt_BR
dc.creator.author LINS, E.C.C.C. pt_BR
dc.creator.author ANA, P.A. pt_BR
dc.creator.evento CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA, 25. pt_BR
dc.date.evento 17-20 de outubro, 2016 pt_BR
dc.local Rio de Janeiro, RJ pt_BR
dc.local.evento Foz do Iguaçu, PR pt_BR
ipen.event.datapadronizada 2016 pt_BR
ipen.autor ZEZELL, D.M. pt_BR
ipen.date.recebimento 20-06
ipen.notas.internas Resumo pt_BR
ipen.codigoautor 693 pt_BR
dc.identifier.orcid 0000-0001-7404-9606 pt_BR


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples

A pesquisa no RD utiliza os recursos de busca da maioria das bases de dados. No entanto algumas dicas podem auxiliar para obter um resultado mais pertinente.

É possível efetuar a busca de um autor ou um termo em todo o RD, por meio do Buscar no Repositório , isto é, o termo solicitado será localizado em qualquer campo do RD. No entanto esse tipo de pesquisa não é recomendada a não ser que se deseje um resultado amplo e generalizado.

A pesquisa apresentará melhor resultado selecionando um dos filtros disponíveis em Navegar

Os filtros disponíveis em Navegar tais como: Coleções, Ano de publicação, Títulos, Assuntos, Autores, Revista, Tipo de publicação são autoexplicativos. O filtro, Autores IPEN apresenta uma relação com os autores vinculados ao IPEN; o ID Autor IPEN diz respeito ao número único de identificação de cada autor constante no RD e sob o qual estão agrupados todos os seus trabalhos independente das variáveis do seu nome; Tipo de acesso diz respeito à acessibilidade do documento, isto é , sujeito as leis de direitos autorais, ID RT apresenta a relação dos relatórios técnicos, restritos para consulta das comunidades indicadas.

A opção Busca avançada utiliza os conectores da lógica boleana, é o melhor recurso para combinar chaves de busca e obter documentos relevantes à sua pesquisa, utilize os filtros apresentados na caixa de seleção para refinar o resultado de busca. Pode-se adicionar vários filtros a uma mesma busca.

Exemplo:

Buscar os artigos apresentados em um evento internacional de 2015, sobre loss of coolant, do autor Maprelian.

Autor: Maprelian

Título: loss of coolant

Tipo de publicação: Texto completo de evento

Ano de publicação: 2015

Para indexação dos documentos é utilizado o Thesaurus do INIS, especializado na área nuclear e utilizado em todos os países membros da International Atomic Energy Agency – IAEA , por esse motivo, utilize os termos de busca de assunto em inglês; isto não exclui a busca livre por palavras, apenas o resultado pode não ser tão relevante ou pertinente.

95% do RD apresenta o texto completo do documento com livre acesso, para aqueles que apresentam o significa que e o documento está sujeito as leis de direitos autorais, solicita-se nesses casos contatar a Biblioteca do IPEN, bibl@ipen.br .

Ao efetuar a busca por um autor o RD apresentará uma relação de todos os trabalhos depositados no RD. No lado direito da tela são apresentados os coautores com o número de trabalhos produzidos em conjunto bem como os assuntos abordados e os respectivos anos de publicação agrupados.

O RD disponibiliza um quadro estatístico de produtividade, onde é possível visualizar o número dos trabalhos agrupados por tipo de coleção, a medida que estão sendo depositados no RD.

Na página inicial nas referências são sinalizados todos os autores IPEN, ao clicar nesse símbolo será aberta uma nova página correspondente à aquele autor – trata-se da página do pesquisador.

Na página do pesquisador, é possível verificar, as variações do nome, a relação de todos os trabalhos com texto completo bem como um quadro resumo numérico; há links para o Currículo Lattes e o Google Acadêmico ( quando esse for informado).

ATENÇÃO!

ESTE TEXTO "AJUDA" ESTÁ SUJEITO A ATUALIZAÇÕES CONSTANTES, A MEDIDA QUE NOVAS FUNCIONALIDADES E RECURSOS DE BUSCA FOREM SENDO DESENVOLVIDOS PELAS EQUIPES DA BIBLIOTECA E DA INFORMÁTICA.

O gerenciamento do Repositório está a cargo da Biblioteca do IPEN. Constam neste RI, até o presente momento 20.950 itens que tanto podem ser artigos de periódicos ou de eventos nacionais e internacionais, dissertações e teses, livros, capítulo de livros e relatórios técnicos. Para participar do RI-IPEN é necessário que pelo menos um dos autores tenha vínculo acadêmico ou funcional com o Instituto. Nesta primeira etapa de funcionamento do RI, a coleta das publicações é realizada periodicamente pela equipe da Biblioteca do IPEN, extraindo os dados das bases internacionais tais como a Web of Science, Scopus, INIS, SciElo além de verificar o Currículo Lattes. O RI-IPEN apresenta também um aspecto inovador no seu funcionamento. Por meio de metadados específicos ele está vinculado ao sistema de gerenciamento das atividades do Plano Diretor anual do IPEN (SIGEPI). Com o objetivo de fornecer dados numéricos para a elaboração dos indicadores da Produção Cientifica Institucional, disponibiliza uma tabela estatística registrando em tempo real a inserção de novos itens. Foi criado um metadado que contém um número único para cada integrante da comunidade científica do IPEN. Esse metadado se transformou em um filtro que ao ser acionado apresenta todos os trabalhos de um determinado autor independente das variáveis na forma de citação do seu nome.

A elaboração do projeto do RI do IPEN foi iniciado em novembro de 2013, colocado em operação interna em julho de 2014 e disponibilizado na Internet em junho de 2015. Utiliza o software livre Dspace, desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para descrição dos metadados adota o padrão Dublin Core. É compatível com o Protocolo de Arquivos Abertos (OAI) permitindo interoperabilidade com repositórios de âmbito nacional e internacional.

1. Portaria IPEN-CNEN/SP nº 387, que estabeleceu os princípios que nortearam a criação do RDI, clique aqui.


2. A experiência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN-CNEN/SP) na criação de um Repositório Digital Institucional – RDI, clique aqui.